Publicidade

Estado de Minas AVANÇO

Governo de Minas libera Uberaba e região para avançar na onda verde

Nessa última etapa do plano estadual, é liberado o retorno de cinemas, bares com entretenimento, museus, teatros e eventos de grande porte


10/09/2020 19:23 - atualizado 10/09/2020 21:34

Governo de Minas informou que as macrorregiões Norte e Triângulo do Sul apresentaram quadros controlados da doença após passarem 28 dias na Onda Amarela(foto: Governo de Minas Gerais/Divulgação)
Governo de Minas informou que as macrorregiões Norte e Triângulo do Sul apresentaram quadros controlados da doença após passarem 28 dias na Onda Amarela (foto: Governo de Minas Gerais/Divulgação)
A Prefeitura Municipal de Uberaba informou que ficou para a reunião Comitê Técnico Científico desta sexta-feira (11) a decisão ou não de quais serão as regras e protocolos sanitários municipais que os responsáveis pelos cinemas, bares com entretenimento, museus, atividades artísticas em teatros e eventos de grande porte deverão adotar após decisão do governo estadual de permitir que a cidade avance para a onda verde do Programa Minas Consciente.
Questionada se essas regras e protocolos sanitários podem ser definidos, realmente, nesta sexta-feira, a assessoria de imprensa da Prefeitura informou que existe a probabilidade que isso aconteça durante a próxima semana, já que não dá para ir abrindo tudo sem regras. “Esse avanço é resultado dos nossos indicadores que estão controlados. Se estamos com bons indicadores e você consegue ver isso nos dados do nosso Boletim Epidemiológico”, diz a nota. 
 
O prefeito de Uberaba, Paulo Piau, afirmou que existem fragilidades nos protocolos sanitários do Minas Consciente. “Teremos que colocar regras sanitárias, visto que o programa é omisso nisso”, disse recentemente em entrevista ao Estado de Minas. 
 
Todas as mudanças definidas pelo comitê estadual de enfrentamento ao novo coronavírus passam a valer no próximo sábado (12), após publicação no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais. Além de Uberaba, os demais municípios da macrorregião Triângulo Sul, também foram autorizados pelo governo estadual a avançar para a onda verde do programa Minas Consciente.
 
A cantora e proprietária de agência de promoção e eventos, em Uberaba, Leslye de Paula, disse que aguarda uma decisão final da prefeitura de Uberaba sobre os protolocos sanitários que os locais que ela atua deverão adotar para que o seu trabalho aconteça da forma mais segura possível. “A segurança em primeiro lugar. Eu espero que as coisas aconteçam de maneira segura para todos. Nós artistas e realizadores de eventos fomos os mais afetados nessa pandemia. Mesmo assim é preciso primar pela saúde coletiva”, disse. 

Triângulo Sul e Norte de Minas avançam para onda verde

Por meio de nota, o Governo de Minas informou que as macrorregiões Norte e Triângulo do Sul (a qual pertence Uberaba) apresentaram quadros controlados da doença após passarem 28 dias na onda amarela. 
 
O governador Romeu Zema afirmou que além dos índices controlados da doença, a macrorregião Triângulo do Sul possui quantidade suficiente de leitos disponíveis e a situação permite autorizar o avanço para a última etapa do Minas Consciente.
Em direção oposta, a cidade vizinha de Uberaba, Uberlândia, voltará a funcionar apenas com serviços essenciais, uma vez que foi classificada na onda vermelha. 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 


Cenário da COVID em Uberaba

Nesta quinta-feira (10), Uberaba não registrou mortes pela COVID-19, sendo que boletim da Secretária de Saúde apontou 78 novos casos. No total 106 pessoas da cidade já perderam a vida para a doença. Ao todo, já são 3.400 casos confirmados. Com relação a ocupação de leitos de UTIs destinadas ao tratamento da COVID-19 está em 45%, o que representa 44 pessoas internadas. Já o número de pacientes em enfermarias está em 39, o que significa 29% da capacidade total.




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade