Publicidade

Estado de Minas #PRAENTENDER

COVID-19: o que dizem pesquisas sobre vacinação de crianças e adolescentes

Entenda como está a imunização de menores de idade no mundo e o que estudos falam sobre a segurança das vacinas contra o coronavírus para essa faixa etária


01/10/2021 19:37 - atualizado 01/10/2021 19:37

 Vídeo explica o que já se sabe na comunidade científica sobre a vacinação de crianças e adolescentes
O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski decidiu que estados e municípios têm autonomia para vacinar adolescentes contra a COVID-19 (foto: Arte/Hudson Franco)

Depois de barrar a vacinação de crianças e adolescentes entre 12 e 17 anos sem comorbidades , o Ministério da Saúde voltou atrás na decisão . As idas e vindas do governo brasileiro agravaram ainda mais as dúvidas sobre a imunização desse grupo. Então, fizemos este vídeo PraEntender o que já se sabe na comunidade científica sobre a vacinação de crianças e adolescentes.

As diretrizes dadas pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ao suspender primeiramente a aplicação de doses nessa faixa etária não eram esperadas pelas Secretarias de Saúde. Muitos estados já estavam vacinando pessoas desses grupos etários.

Para mais vídeos como este, acesse nosso canal


A recomendação do órgão também era contrária à decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, que em junho, autorizou o uso da vacina da Pfizer para adolescentes a partir dos 12 anos..

O que mostram os dados

Em março foi divulgado um estudo com dois mil voluntários de 12 a 15 anos feito nos Estados Unidos que comprovou 100% de eficácia da vacina da Pfzier nesse grupo. O imunizante é o único com autorização da Anvisa para essa faixa etária. 

O Instituto Butantã também pediu autorização para a CoronaVac, mas o pedido foi negado. Segundo a Agência, por falta de dados. A Janssen está conduzindo estudos, autorizados pela Anvisa, para ampliar a indicação de idade da vacina.  

Vacinação em outros países

Nos Estados Unidos, o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças, Centers for Disease Control and Prevention, em inglês) recomenda que toda a população a partir de 12 anos deve se imunizar contra a Covid. O imunizante da Pfizer recebeu, em maio, autorização da FDA (agência americana de regulação de drogas) para uso em adolescentes. 

E o último relatório do CDC apontou que o número de crianças hospitalizadas com coronavírus foi de 3,4 a 3,7 vezes maior nos estados com menor cobertura de vacinação.

Israel, em maio, também autorizou a expansão etária para a vacinação. Com o crescimento de casos no país associado à variante delta, em junho, as autoridades de saúde recomendaram que todos de 12 a 15 anos se imunizassem contra a Covid.  

A União Europeia, em 28 de maio, também aprovou o uso da vacina da Pfizer e, em julho, o da Moderna para a população entre 12 e 15 anos. Na França, 66% dos jovens de 12 a 17 anos foram vacinados com ao menos uma dose, e 52% estão totalmente vacinados.

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade