Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS EM MINAS

Vacinação contra COVID puxa queda de ocupação de UTIs em Minas

Estado, que registrou demanda superior a 90% por leitos em março, atualmente tem pouco mais de 61% de ocupação


14/07/2021 20:27 - atualizado 14/07/2021 20:27

Quase 3 milhões de mineiros completaram o esquema vacinal contra a COVID-19(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
Quase 3 milhões de mineiros completaram o esquema vacinal contra a COVID-19 (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
Com a vacinação em ritmo acelerado, Minas Gerais já sente um pouco de alívio na rede hospitalar. O cenário neste mês de julho, por exemplo, é completamente diferente do que aquele vivido em março, durante a segunda onda da COVID-19, quando o estado superou a marca de 90% das unidades de terapia intensiva voltadas para pacientes com COVID-19 ocupadas. Índice este que, até esta quarta-feira (14/7), havia registrado queda superior a 30%.

De acordo com o painel da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG), atualmente há ocupação de 61,7% dos leitos exclusivos para pacientes com COVID-19. No dia 23 de março, o índice era de 92%. Uma redução de 30,3%. Naquela época, os números cresciam de forma exponencial. Para se ter uma ideia, em um dia eram 470 pessoas na fila de espera por um leito de UTI. Três dias depois, o número de pacientes subiu para 714, dado o crescimento de casos de pacientes graves.

No dia 24 de março, o painel de monitoramento do governo mostrava que as regiões Leste e Leste do Sul estavam com 93,3% e 100% de ocupação de leitos de UTI. Já o Vale do Aço passava de 97%, enquanto a Oeste estava com ocupação de 90% para casos mais graves. Índices que, respectivamente, estão atualmente em 62,1%, 68,2%, 35,1% e 63,2%.

A queda de internações é fruto do avanço da vacinação em Minas, uma vez que pessoas consideradas do grupo de risco passaram a receber doses. Para se ter uma ideia, no dia 23 de março o estado celebrava a marca de 1 milhão de vacinados com a primeira dose. Naquela ocasião, exatamente 1.049.148 mineiros iniciaram o esquema vacinal, enquanto 423.518 deles já haviam completado a imunização com a segunda dose.

De acordo com dados do vacinômetro de Minas desta quarta, 8.256.268 doses já haviam sido aplicadas. Em pouco menos de quatro meses, mais de 7 milhões de mineiros foram contemplados e 2.830.820 completaram o esquema vacinal. Exatamente 2.407.302 pessoas foram imunizadas de lá para cá, sem contar a dose única da vacina da Janssen, aplicada em 150.812 mineiros.

Cuidados continuam

Apesar da queda de internações, os cuidados precisam ser mantidos, como o uso de máscaras e o distanciamento social. É o que recomendou, por exemplo, o boletim divulgado nesta quarta pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).
 
Pesquisadores analisaram que o alinhamento entre as tendências de incidência de casos novos e da mortalidade pode indicar um "processo de arrefecimento mais duradouro da pandemia nos próximos meses", mas que isso só acontecerá com a vacinação em massa e cuidados individuais.

"A circulação de novas variantes do vírus pode aumentar a sua transmissibilidade, sem que isso resulte em um aumento no número de casos graves que necessitem internação", ressaltaram os pesquisadores.

A Fiocruz classificou como crítico a situação da ocupação de UTIs para adultos com COVID-19 em Minas na maior parte dos boletins emitidos pela entidade entre março e junho. Nos últimos quatro informativos, pesquisadores consideraram a situação do estado como "médio", o que reforça que a pandemia ainda requer cuidados.

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade