Publicidade

Estado de Minas CAMPANHA DE VACINAÇÃO

Em meio à briga com o Estado, BH bate 50% do público-alvo com 1ª dose

Marca foi alcançada nesta segunda-feira (21/6), conforme boletim da prefeitura. Capital recebeu novo carregamento, mas não ampliou faixa etária para imunização


21/06/2021 21:13 - atualizado 21/06/2021 22:54

Vacina da Pfizer/BioNTech é a menos usada em Belo Horizonte até o momento (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)
Vacina da Pfizer/BioNTech é a menos usada em Belo Horizonte até o momento (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)

 

Metade do público-alvo da vacinação contra a COVID-19 em Belo Horizonte recebeu ao menos uma dose do imunizanteinforma o boletim epidemiológico e assistencial da prefeitura da capital nesta segunda-feira (21/6).

São 1.019.775 pessoas que receberam a dose inicial na campanha de vacinação contra o novo coronavírus. Outras 414.605 receberam a dose complementar – assim, 20,3% do público-alvo completou o esquema vacinal.


Desde o boletim anterior, publicado nessa sexta-feira (18/6), a prefeitura aplicou 9.732 doses.


Segundo números da PBH, 67.217 profissionais da educação tomaram a primeira dose do imunizante.

Além deles, 186.518 trabalhadores da saúde, 18.313 servidores da segurança pública, 464.159 idosos acima de 60 anos e 193.127 pessoas do grupo de risco, gestantes e puérperas receberam a vacina.

A população entre 56 e 59 representa 59.305 vacinados. Outros grupos, como os garis e os motoristas de ônibus, receberam 31.136 injeções com a primeira dose.

A cidade recebeu 1.740.403 imunizantes para se proteger da COVID-19 até este boletim: 849.165 da CoronaVac (Sinovac/Butantan), 711.526 da AstraZeneca (Oxford/Fiocruz) e 179.712 da Comirnaty (Pfizer/BioNTech).

 

Grávidas

 

Nesta segunda, a capital mineira recebeu 49.058 vacinas contra a COVID-19.

Era esperada uma ampliação do público-alvo, mas essa não foi a realidade.

A prefeitura informou que não há doses suficientes para isso. Assim, a população entre 53 e 55 anos, que já espera há mais de uma semana por um lugar na fila, vai ter que aguardar mais.

Ainda assim, o Executivo municipal dará continuidade à imunização das grávidas em qualquer período de gestação e puérperas sem comorbidades a partir desta terça (22/6).

Segundo a PBH, as 49 mil doses recebidas não são suficientes porque as 40,6 mil da CoronaVac serão destinadas às pessoas que ainda não tomaram a segunda dose: quase 38 mil no total.

"A prefeitura esperava ampliar a vacinação por faixa etária e para lactantes. Porém, devido ao quantitativo disponibilizado ao município, ainda não será possível. A Secretaria Municipal de Saúde aguarda uma nova remessa e reafirma a disponibilidade de pessoal e de todos os insumos necessários para a imediata continuidade do processo de vacinação", informou a gestão municipal em nota.

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.


Quais os sintomas do coronavírus?

Desde a identificação do vírus Sars-CoV2, no começo de 2020, a lista de sintomas da COVID-19 sofreu várias alterações. Como o vírus se comporta de forma diferente de outros tipos de coronavírus, pessoas infectadas apresentam sintomas diferentes. E, durante o avanço da pesquisa da doença, muitas manifestações foram identificadas pelos cientistas. Confira a relação de sintomas de COVID-19 atualizada.

O que é a COVID-19?

A COVID-19 é uma doença provocada pelo vírus Sars-CoV2, com os primeiros casos registrados na China no fim de 2019, mas identificada como um novo tipo de coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em janeiro de 2020. Em 11 de março de 2020, a OMS declarou a COVID-19 como pandemia.


Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade