Publicidade

Estado de Minas MANIFESTAÇÃO

Ato com mil cruzes no Centro de BH critica reabertura do comércio: 'Não é hora'

Movimento, de caráter nacional, fez tributo às vítimas da COVID-19 no Brasil e protestou contra o presidente Jair Bolsonaro, chamado de 'genocida' pelos manifestantes


07/08/2020 12:54 - atualizado 07/08/2020 14:44

Cruzes foram fincadas na Praça da Estação para homenagear os mortos pela COVID-19 no Brasil(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Cruzes foram fincadas na Praça da Estação para homenagear os mortos pela COVID-19 no Brasil (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Gritos de "Bolsonaro genocida" e "Fora Zema" deram o tom dos protestos que ocuparam a Praça Sete e a Praça da Estação, Centro de Belo Horizonte, na manhã desta sexta-feira (7). O ato, que integra um movimento organizado em diversas capitais do país, fincou mil cruzes em homenagem aos quase 100 mil mortos pela COVID-19 no Brasil, identificadas com o nome de cada vítima. 

"O ato de hoje é simbólico, em homenagem aos cem mil brasileiros mortos, mas também é um protesto contra a irresponsabilidade do presidente. Não é uma gripezinha. Se fizermos um comparativo do Brasil com outros países em situação econômica pior do que a nossa, veremos que eles conseguiram fazer um controle melhor da pandemia", argumentou Israel Arimar, presidente do Sindicato dos Empregados Públicos de Belo Horizonte (Sindibel)

Liderada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT-MG), ao lado de sindicatos e movimentos sociais diversos, a manifestação também criticou a reabertura do comércio na capital, autorizada pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD) nessa quarta-feira (5). Para Vanessa Portugal, diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Belo Horizonte (Sindrede-BH), a flexibilização pode levar a novo estrangulamento do sistema de saúde, além de arriscar a vida dos mais vulneráveis. 

"É lamentável porque abre (o comércio) num patamar ainda alto da doença. A ausência de um plano de socorro aos pequenos e microempresários e aos trabalhadores é determinante para que a gente não consiga ter um isolamento social efetivo. Claro que o dono do pequeno negócio está desesperado para abrir as portas, ele vai falir. E não tem socorro  financeiro para ele. E nisso tudo há uma contradição: o governo tem um trilhão de reais para salvar os bancos, que já estão reservados. Já para socorrer os pequenos, não tem. Então, é uma loucura", afirmou a organizadora. 

A pauta dos manifestantes inclui repúdio à reforma da previdência encaminhada à Assembleia Legislativa de Minas Gerais pelo governador Romeu Zema (Novo) e às mudanças trabalhistas promovidas no setor privado durante pandemia. "As medidas que estão sendo tomadas são no sentido de tirar direito dos trabalhadores, como redução da jornada de trabalho, flexibilização dos contratos. Isso é um golpe. Estão usando a COVID-19 para aplicar propostas que o governo já tinha antes", afirma Vanessa. 

***

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade