Publicidade

Estado de Minas BENEFÍCIO

Auxílio emergencial: quem teve conta bloqueada na Caixa pode sacar nas agências

Presidente da Caixa garantiu que as pessoas que estão com a conta bloqueada conseguirão sacar os R$ 600; em julho, 1,3 milhão de CPFs foram bloqueados depois que o governo descobriu que hackers estavam desviando os pagamentos do benefício


03/08/2020 18:38 - atualizado 04/08/2020 07:52

Quem não está conseguindo movimentar a conta pelo aplicativo Caixa Tem poderá se dirigir a uma agência da Caixa para sacar o auxílio emergencial(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press - 6/5/20)
Quem não está conseguindo movimentar a conta pelo aplicativo Caixa Tem poderá se dirigir a uma agência da Caixa para sacar o auxílio emergencial (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press - 6/5/20)

 

A Caixa Econômica Federal garantiu nesta segunda-feira (03/08) que quem teve a conta do Caixa Tem bloqueada não vai precisar esperar o desbloqueio para acessar os recursos do auxílio emergencial de R$ 600. O benefício poderá ser sacado em uma agência da Caixa, de acordo com o calendário de pagamentos do programa.

"Há a possibilidade de sacar o valor recebido na própria agência. Esta possibilidade existe exatamente para que não se prejudique o próprio cliente, que obviamente já foi prejudicado porque não conseguiu realizar o saque no momento inicial", esclareceu o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

 

Guimarães falou sobre o assunto em live da Caixa, após ser questionado por uma internauta que não está conseguindo usar o Caixa Tem porque teve sua conta bloqueada sobre o que deve fazer para movimentar o seu benefício. Ele lembrou que muitas das contas que foram suspensas no mês passado são suspeitas de fraude e, por isso, só podem ser reativadas em uma agência da Caixa de acordo com as datas de atendimento informadas pelo banco. 

 

Nesta semana, por exemplo, é a vez dos nascidos em junho e julho procurarem uma agência para fazer o desbloqueio. Na próxima, dos nascidos em agosto, setembro e outubro. Só na semana entre 17 e 21 de agosto, será feito o atendimento dos nascidos em novembro e dezembro. "Agora, nós temos a possibilidade de realizar o saque, mesmo que tenha tido a conta bloqueada", ponderou Guimarães. 

 

Ele explicou que, neste caso, a conta ficará sem movimentações pelo Caixa Tem até ser validada e desbloqueada. Por isso, o cidadão não poderá usar os R$ 600 de forma digital. É possível, contudo, procurar uma agência da Caixa para sacar o auxílio emergencial no dia marcado para o próximo saque do benefício. Ou seja, de acordo com o calendário de pagamento do benefício, que foi divulgado no último dia 16 e pode ser consultado no Caixa Tem.

 

Hackers invadiram contas do Caixa Tem

 

No fim de julho, o Ministério da Cidadania pediu que 1,3 milhão de CPFs fossem bloqueados no Caixa Tem. O bloqueio foi efetuado após o governo descobrir que hackers estavam invadindo as contas do Caixa Tem para desviar os pagamentos do auxílio emergencial de R$ 600.

 

Segundo a Caixa, 49% das contas que foram bloqueadas têm inconsistências cadastrais que podem ser resolvidos pelo próprio aplicativo, mediante o envio de documentos. As outras 51%, contudo, são suspeitas de fraude. Por isso, só terão a conta desbloqueada presencialmente, no calendário mencionado acima. A orientação sobre o desbloqueio pode ser encontrada no Caixa Tem.

 

"Nós bloqueamos as contas com indício de hackeamento. Não significa dizer que o cliente fez algo de errado. Mas alguém hackeou e a conta foi bloqueada. Para que as pessoas possam receber, normalizar suas contas, elas têm que ir a uma agência da Caixa para validação dos dados", afirmou Guimarães. A Caixa está investigando a ação dos hackers junto com a Polícia Federal. 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade