Publicidade

Estado de Minas MANIFESTAÇÃO

Bolsonaro reúne milhares de apoiadores em SP e critica Doria

O presidente participa de uma motociata em São Paulo neste sábado (12/6)


12/06/2021 14:20 - atualizado 12/06/2021 15:41

Bolsonaro interrompe passeio para interagir com apoiadores de cima da moto(foto: Reprodução/Youtube)
Bolsonaro interrompe passeio para interagir com apoiadores de cima da moto (foto: Reprodução/Youtube)
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reuniu milhares de apoiadores para uma motociata em São Paulo neste sábado (12/6). Ele parou na pista da Rodovia dos Bandeirantes, e, de cima da moto, cumprimentou os manifestantes. Enquanto segurava a bandeira do Brasil, a multidão gritava “nossa bandeira jamais será vermelha”, “eu vim de graça” e “mito”, além de protestos contra o governador João Doria (PSDB).
 
 
Sorrindo enquanto os apoiadores xingavam Doria, o presidente apoiou o coro fazendo gestos com a mão. Bolsonaro está vestindo uma jaqueta de motociclista bordada com seu retrato e um capacete em que estava escrito "presidente Bolsonaro". Ele permaneceu por cerca de 20 minutos no local até retomar a motociata, descendo a Rodovia dos Bandeirantes.
 
 
Ver galeria . 6 Fotos Bolsonaro participa de motociata com apoiadores em São PauloAFP / Miguel SCHINCARIOL
Bolsonaro participa de motociata com apoiadores em São Paulo (foto: AFP / Miguel SCHINCARIOL )

O ato, organizado por integrantes de clubes de tiro e de motociclismo do interior de São Paulo e região, começou na Zona Norte de São Paulo e seguiu pela Marginal do Tietê até a Rodovia dos Bandeirantes. O grupo continuou até o quilômetro 62, próximo a Jundiaí, interior do estado, e de lá retornou para a capital.
 
 
A manifestação chama atenção pela aglomeração de pessoas quando o país se aproxima de meio milhão de mortes pela COVID-19. Nessa sexta (11/6), foram 2.216 mortes causadas pela doença em 24 horas, de acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Além da aglomeração, Bolsonaro também apareceu sem máscara, assim como todo grupo que o acompanhou. Por isso, ele, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, foram multados pelo governo de São Paulo. O uso de máscaras é obrigatório no estado de São Paulo desde maio de 2020, conforme um decreto estadual e uma resolução da secretaria da Saúde, e cada um deve pagar R$ 552,71.
 

Belo Horizonte

A primeira motociata que Bolsonaro fez no Rio de Janeiro, em 23 de maio, despertou a possibilidade de estender para mais locais no Brasil. Hoje, em São Paulo, é um dos exemplos.

Belo Horizonte é uma das cidades que está na mira do presidente. Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, e também durante uma live em suas redes sociais, ele já deixou o interesse em se reunir com apoiadores na capital mineira.
 

Bolsonaro afirmou que está em dúvida entre a capital mineira e Porto Alegre, mas que o próximo evento está previsto para ocorrer ainda no mês de junho.

O prefeito de BH, Alexandre Kalil (PSD), disse que “não existe um político no Brasil que o prefeito não receba, ainda mais o presidente do Brasil. E de mais, a mais… não está proibido andar de motocicleta na nossa cidade”, afirmou.
 


Vacinas contra COVID-19 usadas no Brasil

  • Oxford/Astrazeneca

Produzida pelo grupo britânico AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, a vacina recebeu registro definitivo para uso no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No país ela é produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

  • CoronaVac/Butantan

Em 17 de janeiro, a vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan no Brasil, recebeu a liberação de uso emergencial pela Anvisa.

  • Janssen

A Anvisa aprovou por unanimidade o uso emergencial no Brasil da vacina da Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson, contra a COVID-19. Trata-se do único no mercado que garante a proteção em uma só dose, o que pode acelerar a imunização. A Santa Casa de Belo Horizonte participou dos testes na fase 3 da vacina da Janssen.

  • Pfizer

A vacina da Pfizer foi rejeitada pelo Ministério da Saúde em 2020 e ironizada pelo presidente Jair Bolsonaro, mas foi a primeira a receber autorização para uso amplo pela Anvisa, em 23/02.

Minas Gerais tem 10 vacinas em pesquisa nas universidades

Como funciona o 'passaporte de vacinação'?

Os chamados passaportes de vacinação contra COVID-19 já estão em funcionamento em algumas regiões do mundo e em estudo em vários países. Sistema de controel tem como objetivo garantir trânsito de pessoas imunizadas e fomentar turismo e economia. Especialistas dizem que os passaportes de vacinação impõem desafios éticos e científicos.


Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

 

 

Entenda as regras de proteção contra as novas cepas

[VIDEO4]

 

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.


Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 
 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade