UAI
Publicidade

Estado de Minas FOLIA E COVID-19

Carnaval na pandemia: "Ninguém proibe ninguém de sair", diz Kalil

Prefeito de BH lembrou dos riscos de realizar a festa durante a pandemia e destacou a responsabilidade de quem promover e participar nesse contexto


30/11/2021 11:04 - atualizado 30/11/2021 12:33

Alexandre Kalil Belo Horizonte
'Eu acredito que qualquer presidente de clube, ou de casas, ou evento, não vai querer patrocinar o risco da população', disse Kalil (foto: Jair Amaral/EM/DA Press)

O prefeito Alexandre Kalil (PSD) voltou a falar, nesta terça-feira (30/11) sobre a possibilidade de haver carnaval em Belo Horizonte no ano que vem. Em entrevista aos jornalistas que acompanharam a visita dele a uma obra de um conjunto habitacional na Região Centro-Sul, ele lembrou dos riscos da festa durante a pandemia, mas entende que participar ou não de possíveis aglomerações é uma decisão individual. 

- Leia: 'Pecado da prefeitura foi excesso de zelo e vai continuar', diz Kalil
- E ainda: 'Estamos fazendo acompanhamento total', diz prefeito sobre Ômicron

“Eu acho que esse cargo de juiz da população já deu. Todo mundo sabe o que está acontecendo, todo mundo lê jornal. O problema é juízo”, enfatizou o prefeito, que também lembrou o surgimento da nova cepa do coronavírus, a ômicron, que classificou como “perigo iminente”, embora, na avaliação dele, ainda não haja motivo para pânico. 

“Quando eu disse dois meses atrás que não iria ter carnaval e que não era o momento, eu fui muito criticado. Agora está todo mundo voltando atrás, coisa que não gosto de fazer. Por princípio, eu gosto de ter uma posição firme e manter. Então, pra quê falaram tanto e meteram tanto o pau? Está aí todo mundo cancelando as festas”, afirmou Kalil. 

Questionado sobre a possibilidade de clubes e casas de eventos realizarem festas de carnaval particulares, Alexandre Kalil foi enfático quanto à responsabilidade de cada um.  “Conversamos, mas eu acredito que qualquer presidente de clube, ou de casas, ou evento, não vai querer patrocinar o risco da população. Temos que olhar. Agora, ninguém proíbe ninguém de sair de casa. Nem no auge da pandemia a prefeitura proibiu, ela pediu para que todo mundo ficasse em casa”, afirmou o prefeito. 

Como o Estado de Minas mostrou no último domingo, uma pesquisa de opinião do Instituto Opus, encomendada pelo jornal, mostra que 78% dos moradores da cidade são contra a realização da festa popular. Para 85% dos que são contra a folia, o fato de a pandemia de COVID-19 não ter acabado é o principal fator. O índice de pessoas favoráveis ao carnaval de BH em 2022 é de 19%. 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade