Publicidade

Estado de Minas MENOS RESTRIÇÕES

Viçosa avança à onda verde do programa Minas Consciente

Município atinge etapa menos restritiva do programa de retomada econômica após permanecer 19 dias na onda amarela


02/09/2021 18:58 - atualizado 02/09/2021 19:05

Novo decreto diminuiu as restrições em Viçosa(foto: Prefeitura de Viçosa/Divulgação)
Novo decreto diminuiu as restrições em Viçosa (foto: Prefeitura de Viçosa/Divulgação)
A cidade de Viçosa, na Zona da Mata mineira, avançou à onda verde do programa Minas Consciente do governo estadual. A medida entrou em vigor após a publicação de um decreto nessa quarta-feira (1º/9) pela prefeitura do município.
 
Na onda amarela desde o dia 13 de agosto, o município, agora, atinge a etapa menos restritiva do programa de retomada econômica no estado.

LEIA TAMBÉM: Vacinação faz Minas atingir menor média de mortes desde janeiro
 
Conforme a administração municipal, eventos em geral poderão ser realizados com lotação de até 50% da capacidade do espaço. Também deverá ser observado o distanciamento de 1,5 metro entre os participantes.
No entanto, os organizadores interessados devem formalizar o requerimento, com cinco dias de antecedência, junto à Vigilância Sanitária do município. Nesse sentido, o órgão verificará o cumprimento das exigências e dará retorno ao solicitante.
 
Ainda conforme a prefeitura, os proprietários de bares e restaurantes, especificamente, serão responsabilizados pelas aglomerações que ocorrerem no entorno desses estabelecimentos.
 
“A circulação de pessoas sem máscaras em espaços públicos ou privados de uso coletivo continua proibida, sob pena das sanções previstas em lei”, finalizou a prefeitura em comunicado emitido por meio de sua assessoria.
 

Outras regiões do estado

As macrorregiões Triângulo do Norte, Nordeste, Leste, Centro, Centro-Sul, Oeste, Sul, Sudeste, Vale do Aço, Jequitinhonha, Norte e Noroeste seguem na onda verde. Apenas o Triângulo do Sul permanece na onda amarela.
 
A informação foi divulgada pelo governo de Minas na tarde desta quinta-feira (2/9). Conforme a pasta, as deliberações foram aprovadas pelo Comitê Extraordinário Covid-19 e entram em vigor a partir do próximo sábado (4/9).
 
Em justificativa, o governo mineiro disse que a atual configuração acontece porque “a taxa de incidência da doença caiu 10% nos últimos dias no estado”.
 

A variante Delta

Na sexta-feira (27/8), o Estado de Minas mostrou que a Prefeitura de Viçosa confirmou o primeiro caso de infecção pela variante Delta no município. Nesse mesmo dia, a cidade histórica de São João del-Rei também registrou os dois primeiros casos da cepa.
 
Com a quarta maior população do estado, Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, concentra o maior número de notificações da variante Delta em Minas Gerais. Entre casos suspeitos e confirmados, o município registra 41 ocorrências, o que equivale a 23,5% do total. Na vice-liderança está Belo Horizonte, com 13 registros.
 
Entre as macrorregiões de saúde de Minas Gerais, apenas três não computam casos da Delta: Leste, Oeste e Jequitinhonha. A liderança é da Sudeste, com 61 diagnósticos. Depois, aparecem Centro (50), Noroeste (17) e Norte (11).

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade