Publicidade

Estado de Minas REDE PÚBLICA

Prefeito de Divinópolis defende retorno presencial das aulas

Protocolo é analisado pela Vigilância Sanitária e ainda precisa ser aprovado; Indicadores deixam a cidade próxima da onda vermelha


02/03/2021 10:24 - atualizado 02/03/2021 11:04

A declaração foi feita durante a assinatura da ordem de serviço para construção de Cmei(foto: Reprodução Instagram/ Gleidson Azevedo)
A declaração foi feita durante a assinatura da ordem de serviço para construção de Cmei (foto: Reprodução Instagram/ Gleidson Azevedo)
O prefeito de Divinópolis, região Centro-Oeste de Minas Gerais, Gleidson Azevedo (PSC) defendeu o retorno das aulas presenciais. A declaração foi feita nesta segunda-feira (1º/03), durante a assinatura da ordem de serviço para construção do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei), do Bairro Jardim das Oliveiras. No vídeo, publicado no Instagram, ele afirmou que o 'momento é agora'.

 

A Vigilância Sanitária de Divinópolis já está com o protocolo da volta das aulas presenciais na rede municipal para analisar. Caso seja aprovado, o retomada será imediata. Ainda não há uma previsão exata para conclusão da análise. Até lá, será mantido o ensino remoto. O ano letivo começou em 08 de fevereiro.

No vídeo, o prefeito lembrou da atuação dos professores durante a pandemia. Disse que eles se reinventaram.

 

“Vejo a população toda cobrando a volta dos bares, comércio, mas não vemos a população pedir para voltar as aulas. Às vezes, quando a gente se pronuncia que voltaria em março, vemos comentário maldoso, de que professor não quer trabalhar, que está recebendo sem fazer nada dentro de casa. Queria falar para vocês, politiqueiros, que tenho uma professora dentro de casa, que desde o começo da pandemia ela não parou um minuto de trabalhar. Pelo contrário, ela se reinventou", declarou.

 

Em seguida, Azevedo defendeu a volta das aulas e citou que a rede particular está recebendo alunos. “Agora é hora de todos nós fazermos voltar as escolas sim. Porque tenho três filhos que estudam em escolas estaduais e estão parados, enquanto outros estão estudando em escolas particulares com ensino de qualidade. Então, agora é hora de voltar sim”, afirmou. Ele ainda criticou os ataques sofridos pelos professores.

 

“Quando tiver que bater em professor, bate em mim e na Janete, por que os professores estão trabalhando sim e é hora de voltar sim”, defendeu.

 

Grau de risco

 

A declaração do prefeito foi feito menos de uma semana depois dos indicadores da COVID-19 deixaram a macrorregião Oeste a três pontos da onda vermelha do programa estadual Minas Consciente. O alerta foi emitido na semana passada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), depois do grau de risco aumentar.


Em 25 de janeiro, a região entrou na onda amarela, por ter pontuação abaixo dos 20. Após uma semana, permaneceu na mesma onda, com 17 pontos. Na seguinte, a pontuação caiu para 16, e depois para 14. Na semana passada subiu para 17. Uma das justificativas é a transferência de pacientes das macrorregiões Triângulo Norte e Noroeste. Divinópolis recebeu pelo menos 19 pessoas para internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e enfermaria.

 

A nova avaliação do Minas Consciente será publicada entre quarta (03/03) e quinta-feira (04/03). Para o secretário de Saúde, Alan Rodrigo, o momento é de reforçar as medidas preventivas para o município não regredir. “Precisamos manter os cuidados com o uso de máscaras e higienização das mãos. As doses enviadas ainda não são suficientes para todos e precisamos ter muita cautela para não voltarmos para onda vermelha”, pontuou.

 

O último boletim foi divulgado na sexta-feira (26/02) pela Semusa. Divinópolis contabiliza 40.436 notificações do novo coronavírus. São 6.900 casos confirmados e 161 mortes em decorrência da doença. Nesta segunda-feira (1º/03), a assessoria de comunicação informou que devido a uma falha no sistema não haveria divulgação do monitoramento diário e que, tão logo fosse normalizado, seria encaminhado à imprensa.

 

Rede estadual

 

Na rede estaduala volta às aulas será na próxima segunda-feira (08/03). A princípio ainda de forma remota, pois há uma decisão judicial que impede o retorno presencial. Antecipando-se, o governo do estado já publicou o protocolo que deverá ser seguido pelas escolas. O modelo adotado será o híbrido. Os pais poderão escolher se mandam os filhos para as escolas ou se irão manter à distância.

 

O início das aulas presenciais só poderá ocorrer nos municípios que estiverem nas ondas verde e amarela do Minas Consciente. Cada um terá autonomia para autorizar ou não o retorno da rede estadual, assim como municipal e particular.

 

*Amanda Quintiliano especial para o EM

 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 

 

 


O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp


Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
  

Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê


Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:


 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade