Publicidade

Estado de Minas 'TRATAMENTO PRECOCE'

Bolsonaro parabeniza Oxford por teste de ivermectina contra COVID-19

O presidente comparou as campanhas contra o câncer de outubro rosa e novembro azul com o 'tratamento precoce' do novo coronavírus


24/06/2021 21:25 - atualizado 24/06/2021 21:50

Em julho de 2020, imagens do presidente mostrando uma caixa de hidroxicloroquina para uma ema no Palácio do Alvorada viralizou nas redes sociais(foto: Reprodução/Twitter)
Em julho de 2020, imagens do presidente mostrando uma caixa de hidroxicloroquina para uma ema no Palácio do Alvorada viralizou nas redes sociais (foto: Reprodução/Twitter)
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a defender o 'tratamento precoce' contra a COVID-19 durante a live desta quinta-feira (24/6). Ele parabenizou a Universidade de Oxford, do Reino Unido, por realizar novos testes para verificar se a ivermectina é eficiente no tratamento contra a doença.

“Parabéns, vamos entrar em contato com a Universidade para ver se a gente pode acompanhar esse estudo já que aqui no Brasil é uma complicação enorme”, disse o presidente em crítica às pesquisas brasileiras que descartaram este tipo de tratamento ao comprovarem ineficácia do medicamento em pacientes da COVID-19.
 
O estudo, chamado Principle, vai comparar pessoas que receberam o medicamento, que não tem eficácia comprovada contra COVID-19, com pacientes que recebem os cuidados normais do sistema público de saúde britânico, o NHS (equivalente ao SUS brasileiro).

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)


Apesar da pesquisa ainda estar no começo e pesquisadores não recomendarem o uso durante os testes, o presidente afirma durante live com mais de 44 mil espectadores que as pessoas devem se prevenir com o “Kit Covid”, ou seja, hidroxicloroquina, ivermectina. “Eu não sei porque certas pessoas são contra o tratamento imediato. Adotam ainda, muitos médicos, prefeito e governadores, o tratamento de que você pega a COVID e esperar em casa. Por que já não vai logo no começo?”, criticou Bolsonaro.

Ele chegou a comparar as campanhas de câncer com o 'tratamento precoce'. “Temos o outubro rosa, o novembro azul, onde visa o 'tratamento precoce' do câncer de seio ou da próstata. Quanto mais cedo você tratar, melhor”, afirmou.

O mesmo estudo que o presidente elogiou, já mostrou que os antibióticos azitromicina e doxiciclina são ineficazes no tratamento da COVID-19 em estágio inicial.
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.


Quais os sintomas do coronavírus?

Desde a identificação do vírus Sars-CoV2, no começo de 2020, a lista de sintomas da COVID-19 sofreu várias alterações. Como o vírus se comporta de forma diferente de outros tipos de coronavírus, pessoas infectadas apresentam sintomas diferentes. E, durante o avanço da pesquisa da doença, muitas manifestações foram identificadas pelos cientistas. Confira a relação de sintomas de COVID-19 atualizada.

O que é a COVID-19?

A COVID-19 é uma doença provocada pelo vírus Sars-CoV2, com os primeiros casos registrados na China no fim de 2019, mas identificada como um novo tipo de coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em janeiro de 2020. Em 11 de março de 2020, a OMS declarou a COVID-19 como pandemia.


Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade