UAI
Publicidade

Estado de Minas TESTAGEM EM MASSA

Asilo em Minas Gerais registra surto de COVID-19

Pelo menos 35 idosos foram diagnosticados com a doença, além de sete funcionários


30/09/2021 23:27 - atualizado 19/10/2021 21:00

Covid-19
Antes do surto, o asilo de Formiga havia registrado apenas um caso entre os internos (foto: Divulgação/Prefeitura de Formiga)
Um surto de COVID-19 foi registrado no asilo São Francisco de Assis, em Formiga, no Centro-Oeste de Minas. Dos 75 idosos, 35 foram diagnosticados com a doença, um deles morreu. Uma testagem em massa foi realizada, nesta quinta-feira (30/9), na instituição.

O primeiro caso positivo foi de um funcionário no dia 16 de setembro. O surto foi notificado à Secretaria de Estado de Saúde (SES) na terça-feira, dia 21 de setembro, após mais funcionários e idosos institucionalizados terem testado positivo para a doença. 

Hoje, 67 idosos foram testados pela Secretaria Municipal de Saúde e 29 tiveram resultado positivo. Seis estão internados na Santa Casa de Formiga.

Sete funcionários também foram diagnosticados com a doença. Antes, dois já tinham positivado, ambos estão curados. Outros quatro ainda aguardam o prazo necessário para fazerem o exame.

Medidas

Os colaboradores, incluindo os que ainda aguardam o teste, foram afastados das atividades. “Os idosos estão em uma ala isolada”, informou o presidente do asilo, Carlos Henrique Silva. Desde o início da pandemia, este é o único caso de surto na instituição.

“Me surpreendi muito com este surto porque tivemos apenas um caso em janeiro, logo após a aplicação da primeira dose da vacina”, lembrou.

Todos os idosos receberam as duas doses do imunizante contra a COVID-19. A dose de reforço seria aplicada na sexta-feira da semana passada. “Como surgiram os primeiros casos, decidimos não vacinar mais”, explicou. Nova data será agendada após a situação ser controlada.

Suporte

Com o afastamento de parte dos funcionários, a instituição está contando com o apoio da comunidade. Dois enfermeiros se voluntariaram para ajudar no suporte aos idosos. Um médico também irá auxiliar.

A Secretaria de Saúde está atuando com orientações e acompanhamento direto da Vigilância Epidemiológica e Sanitária. “No intuito de cumprir o protocolo assistencial de controle da COVID-19”, informou a diretora de Vigilância em Saúde, Poliana Lacerda. Profissionais de saúde foram cedidos pela prefeitura para prestar assistência direta aos internos.

A situação será atualizada semanalmente junto à SES e o local será monitorado até 42 dias após a data do último positivo.
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade