UAI
Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

'Uma chance de recomeço': pessoas de 53 anos recebem a 2ª dose em BH

Segundo PBH, apenas o público da faixa etária com a segunda aplicação marcada para até 27 de setembro poderão completar o esquema vacinal com a AstraZeneca hoje


20/09/2021 12:23 - atualizado 20/09/2021 12:51

Kleber Dirce, de 53 anos, recebeu a segunda dose da AstraZeneca nesta segunda-feira (20/9)
Kleber Dirce, de 53 anos, recebeu a segunda dose da AstraZeneca nesta segunda-feira (20/9) (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Em mais um dia de vacinação contra a COVID-19, Belo Horizonte aplica nesta segunda-feira (20/9) a segunda dose da AstraZeneca (Oxford/Fiocruz) nas pessoas de 53 anos. O dia também é reservado para repescagem dos moradores que perderam o prazo para completar o esquema vacinal com o imunizante britânico, da Pfizer e CoronaVac.

Com relato de alívio, o motorista Kleber Dirce de Arruda, de 53 anos, foi um dos moradores que compareceu nesta manhã no posto drive-thru do Corpo de Bombeiros, na Região Centro-Sul, para garantir sua segunda aplicação da vacina. Em entrevista ao Estado de Minas , ele disse que a imunização representa uma chance de recomeço após um ano e sete meses do início da pandemia no país.

Conforme orientação da PBH, apenas o público da faixa etária com a data de retorno marcada para até 27 de setembro poderá receber hoje a segunda aplicação da AstraZeneca.

“Acho que pelo menos os casos estão diminuindo bastante. Se todos se conscientizarem para tomar vacinas, evitando aglomerações e se resguardando da forma correta com uso de máscara e álcool em gel, acho que vamos dar um jeito de superar a pandemia”, disse o condutor.

Kleber também criticou aqueles que propagam o negacionismo do coronavírus, mesmo com comprovações científicas quanto à eficácia das vacinas. “Acredito muito na ciência, e se precisar, tomo mais uma dose. Tem uns 'boçais' que falam bobeira, mas cada cabeça é uma sentença, como eles mesmos dizem. A sorte é que eles não tiveram ou não precisaram de uma internação, assim talvez mudassem a forma de pensar”, ressaltou o belo-horizontino.
 
Para tomar a segunda dose, é necessário levar o cartão de vacina, comprovante de endereço de Belo Horizonte, documento de identidade e CPF.

O horário de funcionamento dos locais de vacinação em dias úteis é das 8h às 17h para pontos fixos e extras, e das 8h às 16h30 para pontos de drive-thru. Todos endereços podem ser conferidos no  portal do Executivo municipal.  

Repescagem

Bruna Godoy, de 36 anos, recebeu a primeira dose da AstraZeneca nesta segunda-feira (20/9)
Bruna Godoy, de 36 anos, recebeu a primeira dose da AstraZeneca nesta segunda-feira (20/9) (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Apesar do dia de campanha para sua faixa etária ter ocorrido em 29 de julho na capital, a psicóloga Bruna Godoy, de 36 anos, recebeu a primeira dose da vacina nesta segunda no posto do Corpo dos Bombeiros. Segundo ela, o motivo para o adiamento foi o planejamento para uma futura gravidez. 

“Eu estou tentando ficar grávida. Segundo minha médica, se eu tomar a AstraZeneca não posso tomar a segunda dose, caso isso aconteça, daqui há três meses. Então queria engravidar para tomar a Pfizer e conseguir as duas doses. Como não consegui engravidar até agora, resolvi tomar a AstraZeneca porque preciso me proteger”, disse. 

Atualmente, a recomendação do Ministério da Saúde é que gestantes sem comorbidades a partir dos 18 anos sejam imunizadas com doses da Pfizer ou CoronaVac, já que não possuem vetor viral. Essas vacinas também foram liberadas para completar a imunização daquelas que tomaram a primeira aplicação da AstraZeneca.

Bruna relata que o sonho da gestação continua, contudo agora, com a segurança de estar mais protegida caso seja infectada com a COVID-19. “Confesso que estava receosa. Mas é muito importante que a gente se vacine para que possamos voltar a socializar. É o método que temos hoje, todos nós temos que nos vacinar.  Meu marido fala uma coisa que é verdade: como vou ter um filho se não estou com saúde? Um pai e mãe sem saúde como vai cuidar de uma criança?”, questiona a psicóloga.

Quem perdeu o prazo para a vacinação deve comparecer nos  locais listados para cada grupo  e sempre checar os endereços, disponibilizados no portal da Prefeitura, antes de se deslocar aos pontos de imunização.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta que o usuário se vacine no dia da convocação.

Caso a pessoa se dirija às unidades em data posterior estará sujeita a enfrentar filas, já que os pontos de repescagem estão distribuídos em uma unidade por regional e por tipo de vacina.

Vacinação em BH


Até o momento, segundo o vacinômetro da PBH, 1.937.611 do público alvo da vacinação em BH foram imunizados com a primeira e 1.102.858 com a segunda dose. Além disso, 59.232 aplicações foram feitas com a dose única da vacina produzida pela farmacêutica Janssen.

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade