Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19: Secretário diz que 2º semestre será mais positivo em Minas

Fábio Baccheretti afirmou que a vacinação no estado deve ser acelerada a partir de agosto


22/06/2021 12:55 - atualizado 22/06/2021 13:51

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, concedeu uma coletiva de imprensa nesta terça-feira (22/6), em BH(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, concedeu uma coletiva de imprensa nesta terça-feira (22/6), em BH (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, afirmou que o estado tem uma perspectiva "muito mais positiva" para o cenário de pandemia a partir deste segundo semestre do ano. 

"Os dados são claros de que a vacina é eficaz. Apesar do aumento de casos, o número de pacientes graves não vem aumentando na mesma proporção", disse o médico, em entrevista coletiva nesta terça-feira (22/6), na Cidade Administrativa.

Leia: 'Não há distribuição aleatória de doses em Minas', diz secretário de Saúde

Segundo Baccheretti, a expectativa de melhora também depende de fatores como a entrada de novas cepas do vírus no estado ou da mudança brusca no comportamento da população com os cuidados da COVID-19. Porém, acredita que o avanço da imunização em Minas poderá trazer resultados positivos para o controle da pandemia.

"Com a aceleração da vacinação, especialmente em agosto, quando a expectativa é de mais 6 milhões de doses para o estado – isso pode ser adiantado para julho – a gente consiga garantir então uma boa parte da população imunizada", disse o secretário.

Apesar do otimismo para os próximos meses, o secretário alertou que, neste momento, o número de casos diários no estado ainda é crítico e pede para que os mineiros continuem seguindo as medidas de prevenção do coronavírus. Nesta terça-feira (22/6), o estado registrou 7.379 novas infecções e 40 mortes pela doença no intervalo de 24 horas.

"O estado tem 12 microrregiões na onda vermelha, 2 na onda amarela. Então, o estado ainda está em um momento crítico. Vemos uma tendência de melhora em relação ao número de pacientes que aguardam leitos, mas ainda assim, com uma alta incidência", afirmou o médico.
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.


Quais os sintomas do coronavírus?

Desde a identificação do vírus Sars-CoV2, no começo de 2020, a lista de sintomas da COVID-19 sofreu várias alterações. Como o vírus se comporta de forma diferente de outros tipos de coronavírus, pessoas infectadas apresentam sintomas diferentes. E, durante o avanço da pesquisa da doença, muitas manifestações foram identificadas pelos cientistas. Confira a relação de sintomas de COVID-19 atualizada.

O que é a COVID-19?

A COVID-19 é uma doença provocada pelo vírus Sars-CoV2, com os primeiros casos registrados na China no fim de 2019, mas identificada como um novo tipo de coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em janeiro de 2020. Em 11 de março de 2020, a OMS declarou a COVID-19 como pandemia.


Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal

 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade