Publicidade

Estado de Minas DESRESPEITO

Cerca de 40% das multas em Uberaba nesse final de semana foram em festas

Mais de 20 donos de imóveis onde ocorreram os eventos irregulares, além dos organizadores e participantes, foram multados


05/04/2021 18:07 - atualizado 05/04/2021 18:46

Foram feitas 58 autuações em Uberaba nesse fim de semana prolongado(foto: GMU/Divulgação)
Foram feitas 58 autuações em Uberaba nesse fim de semana prolongado (foto: GMU/Divulgação)

Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, de 58 autuações referentes à descumprimentos das medidas sanitárias contra a COVID-19, impostas pela onda roxa e aplicadas pela Guarda Municipal, nesse último final de semana prolongado, cerca de 40% foram multas devido a realizações irregulares de eventos e reuniões sociais.
 
Desta forma, mais de 20 donos de imóveis onde aconteciam as festas, além dos organizadores e participantes, foram multados. Sobre os valores das infrações, a reportagem questionou a prefeitura de Uberaba, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

Equipes da Guarda Municipal de Uberaba (GMU) interromperam além das festas, jogos de futebol, aglomerações em vias públicas, entre outras denúncias, realizando um total de 152 atendimentos, da noite da última quinta-feira (1/4) até o final do último domingo (5/4).

Ainda segundo informações da GMU, duas pessoas foram presas pela Patrulha Mista durante as ações de fiscalização. “Uma delas porque, durante a identificação, a guarnição verificou haver mandado de prisão em aberto contra o sujeito. 

A segunda, em decorrência de fiscalização de evento social que realizava em sua residência no Bairro Parque São Geraldo.

No momento em que a guarnição chegou à residência, o portão estava aberto, sendo possível identificar a realização do evento, especialmente pelo som alto e barulho de vozes. 

O morador, de 31 anos, mostrou muita hostilidade desde o início da fiscalização. 

Mesmo após os Guardas se identificarem, o sujeito repetia que só recebia ali seu namorado e alguns amigos, que nada ali era da conta dos Guardas e, insistentemente, proferia insultos contra os agentes, até chegar ao ponto de tentar agredi-los e fechar o portão.

O morador e organizador do evento recebeu voz de prisão em flagrante e tentou resistir bastante, sendo contido e algemado.

A equipe realizou, então, as autuações pertinentes e, após avaliação médica, conduziu o homem ao plantão policial, detido em flagrante por desacato, desobediência e também pela agressão”, informou nota da GMU.

Ainda com relação às multas deste último final de semana prolongado em Uberaba, a reportagem questionou a prefeitura sobre qual foi o valor total em multas aplicado pelo município nas 58 autuações realizadas; qual destes eventos tinha o maior número de pessoas; em média estas 23 festas tinham quantas pessoas; e quanto o município já arrecadou em multas relacionadas às irregularidades como festas clandestinas, aglomerações, entre outras infrações desde o início do período da onda roxa, mas não obteve resposta, até o fechamento desta matéria. 

Segundo decreto municipal, cada participante de eventos e festas irregulares então sendo multados no valor de R$ 700.
 
“Conforme o decreto 378/2021, feita a autuação e lavrada a multa, ela deve ser paga no prazo de cinco dias úteis, contados da autuação. No caso de defesa/recurso julgado procedente, o valor pago será ressarcido”, informou recentemente nota da assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba. 

O que é um lockdown?

Saiba como funciona essa medida extrema, as diferenças entre quarentena, distanciamento social e lockdown, e porque as medidas de restrição de circulação de pessoas adotadas no Brasil não podem ser chamadas de lockdown.


Vacinas contra COVID-19 usadas no Brasil

  • Oxford/Astrazeneca

Produzida pelo grupo britânico AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, a vacina recebeu registro definitivo para uso no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No país ela é produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

  • CoronaVac/Butantan

Em 17 de janeiro, a vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan no Brasil, recebeu a liberação de uso emergencial pela Anvisa.

  • Janssen

A Anvisa aprovou por unanimidade o uso emergencial no Brasil da vacina da Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson, contra a COVID-19. Trata-se do único no mercado que garante a proteção em uma só dose, o que pode acelerar a imunização. A Santa Casa de Belo Horizonte participou dos testes na fase 3 da vacina da Janssen.

  • Pfizer

A vacina da Pfizer foi rejeitada pelo Ministério da Saúde em 2020 e ironizada pelo presidente Jair Bolsonaro, mas foi a primeira a receber autorização para uso amplo pela Anvisa, em 23/02.

Minas Gerais tem 10 vacinas em pesquisa nas universidades

Como funciona o 'passaporte de vacinação'?

Os chamados passaportes de vacinação contra COVID-19 já estão em funcionamento em algumas regiões do mundo e em estudo em vários países. Sistema de controel tem como objetivo garantir trânsito de pessoas imunizadas e fomentar turismo e economia. Especialistas dizem que os passaportes de vacinação impõem desafios éticos e científicos.


Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

 

 

Entenda as regras de proteção contra as novas cepas



 

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.


Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade