Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19: Igreja de Belo Horizonte recebe fiéis e Kalil critica

Mesmo com proibição, fiéis participaram de missa na manhã deste domingo (21/03), na Região Centro-Sul de BH


21/03/2021 18:34 - atualizado 21/03/2021 20:00

Mesmo sem missa, fiéis retornaram à Igreja São Sebastião, em BH, na noite deste domingo (21/03)(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
Mesmo sem missa, fiéis retornaram à Igreja São Sebastião, em BH, na noite deste domingo (21/03) (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
Missa com participação de fiéis apenas pelas redes sociais recebeu cerca de 100 pessoas durante a comunhão. A paróquia foi alvo de crítica no Twitter pelo prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. O caso aocorreu na manhã deste domingo (21/03), na Igreja São Sebastião, com capacidade para 1 mil pessoas e localizada no Bairro Barro Preto, na Região Centro Sul da capital. 

Segundo o titular da Paróquia São Sebastião, padre José Cândido, não houve  desobediência ao decreto municipal que impede a realização, com público, de cultos religiosos.

Ele explicou: "Celebrei a missa das 11h neste domingo (21/03), sem os fiéis. Mas muitas pessoas, como vem ocorrendo desde o início do decreto, ficam do lado de fora assistindo à celebração pelo celular. Mas uma porta lateral estava aberta e elas entraram por ali. Eu não teria coragem de mandá-las embora. Então, distribuímos a comunhão." 

O problema, acrescentou o padre, foi que, ao fim da missa, todas saíram juntas, configurando a presença de muita gente durante toda a celebração, "o que não é verdade ".

Diante da situação, o pároco fará mudanças: "Vamos manter a Igreja fechada o tempo todo da missa e distribuir a comunhão aos fiéis, nos carros que estiverem estacionados no entorno da igreja". Padre José Cândido disse que a Igreja dispõe de álcool em gel e respeita os protocolos sanitários, bem como as determinações da Arquidiocese de Belo Horizonte. 

Sobre o tuíte do prefeito, o pároco comentou que "ele foi mal informado". Kalil postou: "Enquanto os evangélicos estão em colaboração máxima, a Igreja de São Sebastião fez isso..."
(foto: Alexandre Guzanshe/EM)
(foto: Alexandre Guzanshe/EM)

Em nota, Arquidiocese de BH informou que recebeu solicitação do poder público municipal para que as igrejas não recebessem grupos de fiéis, nesta atual fase da pandemia.

"Os templos podem permanecer abertos para orações individuais. Imediatamente, a Cúria Metropolitana orientou  os padres a acolherem o pedido do poder público. Importante lembrar que a Arquidiocese de Belo Horizonte, ainda em 2020, publicou diretrizes para o enfrentamento da Covid-19 - o documento Evangelização Missionária: um novo tempo. Entre as diretrizes, está a orientação para que as comunidades de fé respeitem e cooperem com as autoridades de saúde, pois o enfrentamento da pandemia exige a união de todos."

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp



Como a COVID-19 é transmitida?


A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?



Como se prevenir?


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê



Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

 

Vídeo explica porque você deve aprender a tossir

Mitos e verdades sobre o vírus


Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade