Publicidade

Estado de Minas CORRIDA POR DOSES

Formiga adere a consórcio para compra de vacinas contra a COVID

Município aguarda minuta do projeto de lei para vereadores autorizarem a inclusão


04/03/2021 16:02 - atualizado 04/03/2021 16:10

A vice-prefeita Adriana Prado e o prefeito Eugênio Vilela foram até a AMM para confirmar a adesão(foto: Reprodução vídeo/Prefeitura de Formiga)
A vice-prefeita Adriana Prado e o prefeito Eugênio Vilela foram até a AMM para confirmar a adesão (foto: Reprodução vídeo/Prefeitura de Formiga)

Formiga, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais, aderiu ao consórcio liderado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) para a compra de vacinas contra a COVID-19. O formulário foi preenchido nesta quinta-feira (4/3) na Associação dos Municípios Mineiros (AMM) e a confirmação feita pelo prefeito Eugênio Vilela (DEM). “Acabei de formalizar”, afirmou em vídeo postado nas redes sociais.

 

O consórcio dará suporte aos municípios caso o Plano Nacional de Imunização (PNI), do governo federal, não consiga suprir a demanda nacional. Além das vacinas, a constituição de um CNPJ  deverá facilitar a compra de medicamentos, insumos e equipamentos. Embora a responsabilidade seja da União, a aquisição tem amparo do Supremo Tribunal Federal (STF) devido a situação de extrema urgência.

 

Além de preencher o cadastro, a adesão deve ser autorizada pelos vereadores. “O próximo passo, provavelmente amanhã, será enviado a nós uma minuta com o modelo de projeto de lei que será enviado para a câmara para que haja essa aprovação para aquisição destas tão sonhadas vacinas”, disse a vice-prefeita Adriana Prado. A matéria, a partir do recebimento do modelo, será adaptada e encaminhada nos próximos dias ao Legislativo.

 

De acordo com a FNP, o consórcio também irá auxiliar na captação de recursos. O dinheiro para compra de vacinas poderá ser disponibilizado de três formas: por meio dos municípios consorciados, de aporte de recursos federais e de eventuais doações nacionais e internacionais. Ainda segundo a entidade, a compra não deve ser imediata a partir da constituição do consórcio prevista para até 23 de março. Ela deverá ocorrer se o governo federal não suprir a demanda.

 

Formiga recebeu até o momento 4.306 doses da vacina do Ministério da Saúde, distribuídas pelo governo do estado. Apenas 4,34% dos grupos prioritários foram vacinados com a primeira dose, segundo o vacinômetro do governo estadual e 2,23% com a segunda.

 

Foram imunizados 1.369 trabalhadores da saúde, 840 deles já com as duas doses; 79 idosos, com mais de 60 anos, que vivem em instituições de longa permanência receberam as duas doses, e um, apenas uma. Na população com 90 anos ou mais, foram aplicadas 305 primeiras doses e 58 na com idade entre 85 e 89 anos; 24 pessoas com mais de 18 anos em residências inclusivas também receberam as duas doses do imunizante. 

Aumento de casos em Formiga

O boletim publicado nessa quarta-feira (3/3) aponta 3.619 casos confirmados da COVID-19 em Formiga. 65 vidas foram perdidas em decorrência da doença. A cidade está com 100% de ocupação das unidades de terapia intensiva (UTIs). Para tentar conter o avanço de novos casos, foi iniciada, nesta quinta-feira (4/3), a testagem em massa da população. O foco é identificar assintomáticos, retira-los de circulação e do convívio com outras pessoas, para evitar mais contaminações.

 

*Amanda Quintiliano especial para o EM

 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade