Publicidade

Estado de Minas SAÚDE

Uberaba recebe R$ 3 milhões do estado e mais 20 leitos de UTI da Fiemg

Novos leitos estão previstos para serem aberto no Hospital Regional nesta sexta-feira (19/2); local está exclusivo para tratamentos de pacientes com a COVID-19


19/02/2021 10:26 - atualizado 19/02/2021 13:00

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba, o encontro entre Elisa e Zema foi promovido pelo deputado federal Zé Silva(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba, o encontro entre Elisa e Zema foi promovido pelo deputado federal Zé Silva (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)

A prefeita de Uberaba Elisa Araújo (Solidariedade) se reuniu no Palácio Tiradentes com o governador Romeu Zema (Novo) na tarde desta quinta-feira (18/2) para discutir a situação do Hospital Regional José Alencar. E o governador garantiu o repasse imediato de R$ 3 milhões para a cidade.

 
Segundo depoimento de Elisa, em vídeo gravado e divulgado em suas redes sociais, o recurso é para abater a dívida do Estado com a instituição e subsidiar o custo da Saúde no município.

Entre 24 de janeiro e 11 de fevereiro o hospital ofereceu tratamento para 18 pacientes que vieram de Manaus, após pedido do Estado (10 receberam alta e oito morreram). 
 
Durante o encontro entre os governantes, a prefeita de Uberaba também pediu a Zema para liberar o credenciamento de mais 20 leitos de UTI/COVID. Nesta sexta-feira (19/2), o Hospital Regional abrirá esses leitos, que foram doados pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). “Eles irão atender Uberaba e toda a sua região”, garantiu Elisa.
 
"Aproveitamos a oportunidade para solicitar também o envio de mais vacinas da COVID-19 para que possamos realizar a imunização da população de Uberaba", concluiu a prefeita de Uberaba.
 

Começa nesta sexta a vacinação dos idosos acima dos 87 anos

 
Os idosos a partir de 87 anos receberão a primeira dose da vacina contra a COVID-19 a partir desta sexta-feira (19/2). A vacinação ocorrerá entre 8h e 16h, no sistema drive-thru, em dois postos de vacinação: Funel e ABCZ, que serão, exclusivamente, para a imunização deste público. Já a vacinação da 2ª dose para os profissionais de saúde, segundo informações da Secretária de Saúde de Uberaba, será retomada a partir da próxima segunda-feira (22/2).
 
O restante dos idosos acamados acima dos 90 anos segue sendo imunizado em casa durante esta semana pela equipe da Central de Vacinas e recebendo a primeira dose da vacina. Com relação aos idosos acima de 87 anos que estiverem acamados, ainda de acordo com a Secretária Municipal de Saúde, eles podem ligar nas Unidades Básicas de Saúde para repassar as informações, para também serem atendidos em casa, de acordo com a disponibilidade das equipes. 
 
Mais de 13 mil doses de vacina contra a COVID-19 já foram aplicadas em Uberaba. Segundo o último levantamento da Secretaria Municipal de Saúde, divulgado nesta quinta-feira (18), 10.536 moradores do município já receberam a primeira dose da vacina. Em relação à segunda dose, foram 2.488 pessoas imunizadas e, ao todo, foram aplicadas 13.024 doses.
 

Nas últimas 24 horas, cinco vítimas da COVID

 
Conforme o último boletim epidemiológico, divulgado nesta quinta-feira (17/2), Uberaba registrou nas últimas 24 horas 156 novos casos da doença e cinco óbitos (três homens e duas mulheres; todos acima dos 70 anos), totalizando, desde o início da pandemia, 14.484 casos positivos, sendo que destes 320 pessoas morreram e 12.422 pacientes já se recuperaram. 
 
 Com relação à preocupante ocupação dos leitos de UTI/COVID dos hospitais particulares, esta sofreu uma discreta queda nas últimas 24h, ou seja, de 94% para 88%. Já os leitos das enfermarias privadas estão com 65% de ocupação. E no que diz respeito à taxa de ocupação dos leitos/COVID da rede pública está em 47% os de UTI e 59% de enfermaria. 
 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 

 
 
 


 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade