Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS EM MINAS

COVID-19: Zema diz que vacinação em MG começa 'na semana que vem'

Governador afirmou que o plano de logística para o transporte das doses está pronto e que depende apenas do sinal verde da Anvisa para iniciar distribuição


14/01/2021 18:42 - atualizado 14/01/2021 21:53

Minas adquiriu 50 milhões de seringas e agulhas para iniciar vacinação contra a COVID-19(foto: Fábio Marchetto/Governo MG)
Minas adquiriu 50 milhões de seringas e agulhas para iniciar vacinação contra a COVID-19 (foto: Fábio Marchetto/Governo MG)
O governador Romeu Zema (Novo) afirmou, nesta quinta-feira (14/01), que a vacinação contra a COVID-19 em Minas Gerais terá início em até 48 horas após a liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O plano de logística no estado já está pronto, mas, segundo Zema, uma reunião com o Ministério da Saúde será feita para alinhar os últimos detalhes.

 

 


De acordo com Zema, uma conversa com todos os governadores está prevista para acontecer na próxima terça-feira (19/01), com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Apesar disso, o governador disse que Minas Gerais tem um planejamento pronto e próprio para fazer a distribuição dos imunizantes pelo estado.

“Não sabemos ainda se a vacina vai ser disponibilizada em São Paulo ou em Brasília. Mas qualquer que seja o local onde ela estiver, nós já temos aqui planos para que aviões, carros, etc, levem essa vacina de forma refrigerada para todas as regionais de saúde do estado", disse Zema, em entrevista à Rádio CBN de Juiz de Fora.

Já em entrevista à Rádio Bandeirantes, também nesta quinta-feira, Zema disse que o estado recebeu 25 das 50 milhões de seringas e agulhas adquiridas e que a distribuição já começou. O governador de Minas utilizou tal situação como exemplo para citar a principal falha do Governo Federal, que, de acordo com Zema, poderia ter feito um “planejamento mais adequado” da compra das vacinas.

“Eu vejo que o Brasil deveria ter optado por mais vacinas. Você nunca tem certeza se aquele fornecedor vai te atender adequadamente, na data certa, na qualidade que você precisa, principalmente um produto que está sendo desenvolvido. Deveríamos ter tido mais alternativas de fornecimento”, concluiu.

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp



Como a COVID-19 é transmitida?


A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?



Como se prevenir?


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê



Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

 

Vídeo explica porque você deve aprender a tossir

Mitos e verdades sobre o vírus


Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade