Publicidade

Estado de Minas CAUTELA

São João del-Rei, depois de dois dias na onda verde, decide voltar para a amarela

A decisão é consenso entre os municípios integrantes da macrorregião Centro-Sul do estado


18/09/2020 19:45 - atualizado 18/09/2020 20:36

Bares cheios, aglomeração nas ruas e pessoas sem máscara são comportamentos que desmotivaram a Secretaria Municipal de Saúde a progredir de onda (foto: Divulgação/Prefeitura de São João del-Rei)
Bares cheios, aglomeração nas ruas e pessoas sem máscara são comportamentos que desmotivaram a Secretaria Municipal de Saúde a progredir de onda (foto: Divulgação/Prefeitura de São João del-Rei)
São João del-Rei, na Zona da Mata, a 140 quilômetros de Belo Horizonte, vive momento de cautela em relação à liberação das atividades econômicas, durante a pandemia. A cidade aderiu ao programa Minas Consciente, elaborado pelo governo do estado para orientar a retomada segura da economia nos municípios. Do início de setembro até quarta-feira (16), ou seja, em pouco mais de 15 dias, foram três comandos diferentes vindos da esfera estadual. Dessa vez, a cidade decidiu não seguir as recomendações do plano e manter-se na onda amarela, intermediária, juntamente com a macrorregião Centro-Sul. 

Antes do feriado de 7 de setembro, a Secretaria de Estado de Governo anunciou que a Macrorregião Centro-Sul, encabeçada por São João del-Rei, poderia progredir para a onda verde, a mais permissiva do plano. A prefeitura aguardou a publicação no Diário Oficial do Estado e, no dia 11 de setembro, publicou no Diário Oficial do município a adesão à essa etapa do programa.
As fiscalizações da Vigilância Sanitária contam com apoio da Polícia Militar, Guarda Municipal e Secretaria Municipal da Fazenda(foto: Divulgação/Prefeitura de São João del-Rei)
As fiscalizações da Vigilância Sanitária contam com apoio da Polícia Militar, Guarda Municipal e Secretaria Municipal da Fazenda (foto: Divulgação/Prefeitura de São João del-Rei)

Dois dias depois veio nova orientação do governo estadual à macrorregião Centro-Sul para voltar à onda amarela. São João del-Rei ficou apenas dois dias na fase verde e decidiu voltar à amarela, mais restritiva. Apenas a microrregião de Congonhas manteve-se e ainda está na onda vermelha.

Esta semana, na quarta-feira (16), o governo do estado declarou que a macrorregião Centro-Sul poderia ir, novamente, para a onda verde. A orientação indica também a possibilidade de três microrregiões integrantes dessa área administrativa maior – São João del-Rei, Conselheiro Lafaiete e Barbacena – acompanharem a macro na progressão de onda. “Mas decidimos não seguir. Achamos prudente aguardar mais uma semana para que as cidades que compõem nossa microrregião melhorem alguns indicadores que se encontram alterados, como aumento do número de casos”, afirma o secretário de Saúde de São João del-Rei, José Marcos Ferreira de Andrade.

Representantes da macrorregião Centro-Sul e das microrregiões citadas pelo secretário reuniram nesta sexta-feira (18) e, por decisão consensual, optaram por manterem-se na onda amarela. Para a coordenadora adjunta da Vigilância Sanitária de São João del-Rei, a enfermeira Adriana Vieira, a escolha foi acertada. “Desde que fomos para a onda amarela, vemos um descuido da população acerca das medidas de controle da pandemia. Principalmente, os jovens voltaram a frequentar bares e a sair como se não estivéssemos mais passando por tudo isso. Não é a hora”, alerta.

Só na última quinzena, a Vigilância Sanitária de São João del-Rei emitiu 20 notificações contra bares e restaurantes, além de várias interdições desses estabelecimentos e eventos. “Os jovens estão se comportando como se o vírus não existisse mais, mas a doença não escolhe as vítima e não sabemos como o corpo vai reagir. O momento é de cautela”, reforça.
 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 


 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade