Publicidade

Estado de Minas

Após interdição de fiscais, juiz libera leitos de UTI em Coronel Fabriciano

Vigilância Sanitária havia pedido o fechamento dos leitos ao encontrar inconformidades nos aparelhos de hemodiálise e falta de medicamentos


02/08/2020 16:06 - atualizado 02/08/2020 16:35

(foto: Reprodução Google Maps)
(foto: Reprodução Google Maps)
O juiz plantonista Rafael Drumond de Lima, indeferiu o pedido de liminar do Ministério Público, expedida na última sexta-feira, 31, que pedia o fechamento dos leitos da leitos de UTI Covid e clínicos do Hospital José Maria Moraes. A Prefeitura de Coronel Fabriciano declarou, em nota, que as demandas contidas no documento já estavam sendo cumpridas pelo município. 
A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) havia determinado o fechamento dos leitos de UTI na última sexta-feira, 31, após fiscalizar as instalações e concluir que havia problemas nos aparelhos de hemodiálise e falta de antibióticos.

A Vigilância Sanitária recomendou que todos os pacientes internados nos leitos de terapia intensiva deveriam ser transferidos para outros hospitais. 

Em sua decisão, porém, o magistrado garante o funcionamento pleno do hospital, pois ''o Hospital Dr. José Maria Morais, adquiriu 03 máquinas de hemodiálise na semana que se passou, aguardando apenas a entrega das mesmas'', afirmou em nota divulgada pela prefeitura do município.

Confira as notas da Secretaria de Estado de Saúde e da prefeitura de Coronel Fabriciano:

Secretaria de Estado de Saúde

"A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que nos dias 2/6, 29/6 e 30/7 foram realizadas inspeções da Vigilância Sanitária (VISA) no Hospital José Maria Moraes (HJMM), em Coronel Fabriciano. Na ocasião foram encontradas inconformidades em relação aos leitos de UTI e o Hospital foi notificado a providenciar as devidas adequações.

Desta forma, visando reduzir os riscos aos pacientes, foram interditados, cautelarmente, os leitos de UTI, obedecendo as recomendações da Vigilância Sanitária e da Central de Regulação de Leitos, que orientou ao HJMM a fazer o cadastro do laudo de transferência de todos os pacientes em leitos de UTI para outros hospitais de referência, até a regularização do serviço, objetivando garantir a assistência integral e universal desses pacientes.

Ressaltamos que a interdição cautelar diz respeito tão somente às internações em leitos de Terapia Intensiva, ou seja, os demais atendimentos do HJMM continuam sendo realizados à população normalmente."

Prefeitura de Coronel Fabriciano

"O Juiz plantonista Rafael Drumond de Lima, indeferiu o pedido de liminar do Ministério Público que pedia a interdição dos leitos de UTI Covid e clínicos do Hospital Dr. José Maria Morais. A decisão do Magistrado ao prolator a sentença garante o funcionamento pleno do hospital.

As determinações contidas na decisão já vinham sendo cumpridas pelo município e, que inobstante a dívida do Estado de Minas Gerais na órbita de R$ 12 milhões de reais só com o Hospital Dr. José Maria Morais, adquiriu 03 máquinas de hemodiálise na semana que se passou, aguardando apenas a entrega das mesmas.

Defendemos que faltou bom senso em entender que com o aumento da demanda em relação ao combate à pandemia, o município e todos nós ficamos sujeitos a eventos e prazos alheios a nossa vontade. A equipe do hospital é a mais completa possível para um hospital de média complexidade que não é referência em nefrologia, atualmente o hospital conta com dois nefrologistas do mais alto gabarito.

Lamentamos o requerimento para a interdição de leitos de UTI covid e clínicos em um momento em que a necessidade extrema é de expansão, onde o Município de Coronel Fabriciano tem socorrido o Estado, triplicando a capacidade do hospital. Isso só se consegue com uma gestão séria, honesta e transparente.

Mais uma vez reafirmamos nosso compromisso em defesa da vida e da saúde do cidadão, fornecendo aos que necessitarem um atendimento humanizado."

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade