Publicidade

Estado de Minas ALERTA

Surto de COVID-19 em Caldas leva à intensificação de medidas restritivas

Cidade do Sul de Minas decreta toque de recolher; casos da doença mais que dobram em menos de uma semana


02/08/2020 13:02 - atualizado 02/08/2020 13:22

Prefeito de Caldas, Alexsandro Conceição Queiroz recorreu às redes sociais para falar sobre o problema e conclamou a população a ajudar no enfrentamento da COVID-19(foto: Reprodução/Facebook)
Prefeito de Caldas, Alexsandro Conceição Queiroz recorreu às redes sociais para falar sobre o problema e conclamou a população a ajudar no enfrentamento da COVID-19 (foto: Reprodução/Facebook)

Um surto de COVID-19 em Caldas, cidade no Sul de Minas, levou a prefeitura a impor medidas restritivas. Desde a última sexta-feira, a administração municipal determinou toque de recolher entre as 21h e 5h da manhã, válido por dez dias, e prorrogável, se necessário, além do fechamento do comércio não essencial, pelo menos até essa segunda-feira. A disseminação do coronavírus se agravou na última semana.

Foi confirmado um caso da doença em uma indústria da cidade, na segunda-feira passada e, no dia seguinte, mais dois. A empresa fechou até que fossem testados os outros funcionários, e os casos logo aumentaram. Agora todos estão em quarentena e em monitoramento. A prefeitura voltará a se reunir com o médico do trabalho e o proprietário do negócio, a fim de definir os próximos passos.

No local onde havia uma certa estabilidade quanto à propagação do coronavírus, a circunstância acendeu o sinal de alerta. Em menos de uma semana, as ocorrências da COVID-19 mais que dobraram. Entre a última segunda-feira e a sexta-feira seguinte, o número passou de 20 infectados para 42. Desse total, segundo a prefeitura, 26 pessoas se recuperaram e uma morte está em investigação.

O prefeito Alexsandro Conceição Queiroz (PTB) recorreu às redes sociais para falar sobre o problema. "Nossos casos de COVID-19 aumentaram exponencialmente. O surto aconteceu e mostra o quanto que a doença, uma doença infectocontagiosa, é perigosa. Ela aproveita quando a gente descuida, afrouxa os cuidados sanitários, deixa de usar a máscara, ou quando essa máscara fica no queixo, quando a gente começa a aglomerar e perde o medo da doença", declarou o chefe do Executivo.

O prefeito também conclamou a compreensão da população. "Quero pedir a todos para ter atenção com essa doença, que já matou quase 100 mil pessoas no país. Usem máscara, não aglomerem, fiquem em casa e só saiam por extrema necessidade", disse. Funcionários da prefeitura estarão nas ruas de Caldas monitorando e orientando os moradores, reforçando todos os cuidados e informações sobre as restrições. Outra ação é intensificar a desinfecção da cidade.

A secretária de saúde de Caldas, Maira Santos de Souza, disse que o posicionamento é reafirmar a importância das medidas de prevenção. "Caldas teve um aumento significativo de casos confirmados da COVID-19 e pessoas internadas em UTIs. Peço que a população colabore com as medidas de prevenção. A doença está circulando no nosso município", salientou.

Ela informou ainda que a secretaria acompanha todos os casos, com ajuda das estratégias de saúde da família, realizando monitoramento por telefone da situação de todos os pacientes ou indivíduos que tiveram contato com pessoas doentes. "Qualquer sinal ou sintoma, procure o posto mais próximo ou o pronto atendimento da Santa Casa", orientou.

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade