Publicidade

Estado de Minas MOVIMENTO 'NORMAL'

Praça Floriano Peixoto registra desrespeito ao isolamento social em BH

Sem bloqueio com grades a exemplo de outras praças na capital, moradores da cidade vão ao local para prática de exercícios físicos


21/07/2020 16:37 - atualizado 21/07/2020 18:29

Ver galeria . 8 Fotos Registos do Estado de Minas mostram movimento como se não houvesse pandemiaTulio Santos/EM/D.A. Press
Registos do Estado de Minas mostram movimento como se não houvesse pandemia (foto: Tulio Santos/EM/D.A. Press )
Ginástica, caminhada e brincadeiras como se nada estivesse acontecendo. Belo Horizonte atingiu nesta terça-feira (21) 14.089 casos de COVID-19. Segundo o mais recente boletim epidemiológico divulgado, 378 vidas foram perdidas na capital mineira desde o começo da pandemia. Mesmo assim, cenas de desrespeito ao decreto de distanciamento social têm sido frequentes em locais públicos da cidade.

Na tarde de segunda-feira, a reportagem do Estado de Minas flagrou crianças, jovens e idosos fazendo atividades na Praça Floriano Peixoto, na Região Leste de BH, contrariando recomendações das autoridades de saúde sobre isolamento e distanciamento social.

Algumas pessoas também não usavam máscara cobrindo o nariz e a boca – medida avaliada por cientistas de todo o mundo como eficaz no combate à disseminação do novo coronavírus.
A praça não foi bloqueada como outras mais movimentadas de BH. Ainda em abril, grades foram instaladas nas imediações das praças Juscelino Kubitschek, da Liberdade, do Papa, e Carlos Chagas (da Assembleia) – todas localizadas na Região Centro-Sul.

"Excepcionalmente, a prefeitura está restringindo o uso de alguns espaços públicos da cidade. Essa é uma medida que busca proteger a saúde pública e evitar a criação de ambientes de proliferação da COVID-19", disse o comunicado do Executivo municipal na época.

A prefeitura respondeu à reportagem que não instalou grades na Praça Floriano Peixoto pois não considera um local de concentração significativa de pessoas.

"A Prefeitura de Belo Horizonte esclarece que colocou gradis em praças e vias com grande potencial de aglomeração. Em outros locais, onde não se registram altos números de pessoas praticando atividades físicas e esportes ao livre normalmente, a PBH conta com a fiscalização dos agentes municipais e com a colaboração da população".

Praça Floriano Peixoto é movimentada mesmo em tempos de pandemia(foto: Tulio Santos/EM/D.A. Press)
Praça Floriano Peixoto é movimentada mesmo em tempos de pandemia (foto: Tulio Santos/EM/D.A. Press)


Em nota, a Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção informou que "a conscientização da população tem sido o principal objetivo dos guardas municipais durante as abordagens a comerciantes e, sobretudo, a populares em todos os espaços públicos da capital, incluindo a Praça Floriano Peixoto".

De acordo com a pasta, desde 20 de março até hoje, a Guarda Municipal realizou 39.227 abordagens de orientação a estabelecimentos comerciais, empresas e a populares em espaços públicos da capital.

Cenas frequentes

Dados da Secretaria de Estado de Saúde mostram que Minas tem 95.566 casos confirmados de COVID-19 e 2.071 vidas foram perdidas pela doença provocada pelo coronavírus.

Apesar disso, no final de semana, a reportagem do EM mostrou partidas de futebol, de vôlei e até bailes em diferentes regiões da cidade.

No domingo foi a vez dos ‘domingueiros’ ignorarem determinações do poder público criadas para tentar conter a expansão da doença, que está em seu momento mais crítico em Minas Gerais.

Ver galeria . 13 Fotos Invasão, desrespeito e
Invasão, desrespeito e "furões da quarentena". Registros da Praça Carlos Chagas e da Praça da Liberdade, ambas na Região Cento-Sul de Belo Horizonte, na manhã deste domingo (19) (foto: Leandro Couri/EM/D.A. Press )


O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp



Como a COVID-19 é transmitida?


A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?



Como se prevenir?


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê



Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

 

Vídeo explica porque você deve aprender a tossir



VIDEO1]

Mitos e verdades sobre o vírus


Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade