Publicidade

Estado de Minas ENTREVISTA AO EM

Testes em BH: Kalil promete 48 mil exames moleculares na cidade

Falta de testagem da população é uma das principais críticas de especialistas sobre a gestão da pandemia na capital mineira


postado em 01/07/2020 08:00 / atualizado em 01/07/2020 17:05

Prefeito afirmou que Belo Horizonte vai realizar mais testes que a Coreia do Sul, país que ficou reconhecido internacionalmente por sua gestão durante a pandemia da COVID-19(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Prefeito afirmou que Belo Horizonte vai realizar mais testes que a Coreia do Sul, país que ficou reconhecido internacionalmente por sua gestão durante a pandemia da COVID-19 (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

 

Um dos principais gargalos de Belo Horizonte no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, segundo especialistas, passa pela falta de testagem da população. A capital tem uma das menores taxas de incidência entre as grandes cidades do Brasil, porém um dos menores percentuais de testes para detecção do vírus na população – etapa fundamental para coordenar políticas públicas.

 

Para o prefeito Alexandre Kalil (PSD), contudo, o problema está perto de uma solução. Segundo ele, a capital mineira já adquiriu 48 mil testes moleculares, que usam o método de coleta de mucosa da faringe e do nariz para detectar a presença do novo coronavírus no paciente.

 

"Belo Horizonte vai testar o dobro da Coreia (do Sul). Já tem 48 mil testes. Está acontecendo, só que o resultado demora. São todos moleculares. Nós estamos fazendo, estamos nos esforçando”, disse em entrevista exclusiva ao Estado de Minas.

 

Também conhecido como RT-PCR, esse teste é considerado pela Organização Mundial da Saúde como o mais confiável para a detecção do novo coronavírus, o chamado padrão ouro.

 

Isso porque o exame mapeia o material genético do vírus, o chamado RNA. O ideal é realizar o procedimento entre três e sete dias após o surgimento do primeiro sintoma da doença.

 

Perguntado sobre a demora para a prefeitura iniciar o processo e instalar um laboratório próprio para isso, Kalil garantiu que a estrutura com essa finalidade já estava no planejamento da Saúde municipal há muito tempo.

 

“O laboratório não foi feito para a pandemia não. Belo Horizonte precisa de um laboratório e era o plano da Secretaria (Municipal) de Saúde desde sempre. Nós apressamos por causa da pandemia. Mas era um projeto da Secretaria de Saúde”, explicou.

A estrutura

O Laboratório Municipal de Biologia Molecular para análises de testes começou a funcionar no último dia 22. A estrutura está localizada no Bairro Carlos Prates, na Região Noroeste de Belo Horizonte.

 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o laboratório vai ser capaz de realizar 320 exames diários, totalizando mais de 1,5 mil por semana. Oito servidores vão trabalhar no local.

 

Segundo a Secretaria de Saúde, a ideia é ampliar a capacidade de exames e que, futuramente, sejam realizados testes para diagnósticos de outros vírus.

 

As coletas para a realização dos testes continuarão sendo feitas nos hospitais e em Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) da capital, mas também serão criados pontos para colher amostras, principalmente, de profissionais da saúde sintomáticos.

 

Montado com recursos da iniciativa privada e da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), o laboratório poderá, nas próximas semanas, aumentar mais sua capacidade de testagem – expectativa é de que chegue a 600 testes PCR feitos a cada 24 horas.

A entrevista

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, concedeu entrevista exclusiva ao Estado de Minas. Na conversa, ele falou sobre a pandemia da COVID-19 e as providências da PBH para reduzir casos, mortes e o impacto da doença no sistema de saúde da capital mineira. Kalil ainda foi questionado sobre ações para a retomada da economia da cidade, eleições municipais, política estadual e nacional. As reportagens serão publicadas ao longo dos próximos dias no portal e nas páginas impressas do Estado de Minas.

Leia o que já publicamos:

 

 

 

Colaborou Luiz Henrique Campos

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade