Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Expominas começa a receber equipamentos para construção de hospital de campanha

Espaço será usado para a instalação de 900 leitos com respiradores para pacientes atingidos pelo coronavírus


postado em 26/03/2020 17:16 / atualizado em 26/03/2020 17:56

Todos os militares envolvidos na instalação dos leitos utilizavam máscaras(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Todos os militares envolvidos na instalação dos leitos utilizavam máscaras (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Um dos principais locais de exposições em Belo Horizonte, o Expominas começou a ser reestruturado nesta quinta-feira (26) para ser transformado em hospital de campanha no tratamento de pacientes infectados durante o período de pandemia do coronavírus (COVID-19). A ideia do governo de Minas é que sejam instalados nos dois galpões 900 leitos com respiradores, desafogando, assim, outros hospitais da região que possam estar superlotados com o aumento exponencial da doença. 

A previsão é que as obras durem uma semana. Pelo menos 60 toneladas de equipamentos serão usadas na adaptação de toda a estrutura, que conta com 18 mil metros quadrados. Cinco caminhões tiveram acesso ao local para descarregar os materiais, auxiliados pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Militar – todos usavam máscaras. 

Localizado na Gameleira, Região Oeste de Belo Horizonte, o Expominas paralisou suas atividades desde que o prefeito Alexandre Kalil (PSD) instaurou decreto municipal proibindo o funcionamento de bares, restaurantes, casas de shows e eventos noturnos para evitar aglomerações na capital. No início da semana, o governador de Minas, Romeu Zema (Novo), e o secretário de estado de saúde, Carlos Eduardo Amaral, aprovaram as estruturas do local para improvisar o hospital de campanha. 

Com a instalação de leitos adicionais, o governador entende que o estado estará preparado para o maior estágio de infectados pelo coronavírus. “Nosso foco inicial é salvar vidas. A doença nos exige cada vez mais recursos e esforços. Como o Expomimas está com a sua atividade interrompida, vamos aproveitar o galpão climatizado e um pé-direito adequado para darmos início à construção do hospital de campanha. Além disso, ainda temos a previsão de ofertarmos mais 100 leitos de alta complexidade em uma área anexa”.

No novo espaço, a Secretaria Estadual de Saúde do estado (SES-MG) prevê que 800 leitos sejam disponibilizados para pacientes mais graves. Os outros 100 serão para os casos simples da COVID-19. De acordo com Zema, parte dos recursos destinados à construção do hospital de campanha virá da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), que antes investiria uma quantia em patrocínios de feiras no próprio Expominas, cancelados por causa do coronavírus.

Além do Expominas, a Secretaria de Saúde usará estruturas no interior de Minas para socorrer as vítimas da pandemia. Cidades como Juiz de Fora, Uberlândia, Divinópolis e Barbacena – que dispõem de bons recursos estruturais e estão em pontos estratégicos do estado – estão no radar para que também sejam transformados em hospitais de campanha. A Polícia Militar visitou algumas das estruturas e deu aval para que o governo instale leitos adicionais.
 

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia


Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

Especial: Tudo sobre o coronavírus 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade