Publicidade

Estado de Minas BATALHA

COVID-19: instituto se prepara para testar soro contra vírus em humanos

Soro tem sido desenvolvido com plasma de cavalos e será distribuído apenas para a rede pública de saúde, por meio do SUS


16/12/2020 14:40 - atualizado 16/12/2020 14:51

Soro antiCOVID-19 está sendo desenvolvido a partir do plasma do cavalo(foto: Instituto Vital Brazil/Divulgação)
Soro antiCOVID-19 está sendo desenvolvido a partir do plasma do cavalo (foto: Instituto Vital Brazil/Divulgação)
O Instituto Vital Brazil (IVB), com sede na cidade de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, está a um passo dos estudos em humanos de um soro que está em desenvolvimento para combater o vírus da COVID-19

Nesta segunda-feira (14/12), o IVB anunciou que a produção do soro antiCOVID-19 está na fase de elaboração dos protocolos pré-clínicos, em discussão com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para autorização. A confirmação foi feita em um programa on-line do instituto, transmitido em suas redes sociais, pelo médico veterinário da entidade, Luís Eduardo Ribeiro da Cunha.

Ele informou ainda que assim que o estudo passar pela fase 3, com a testagem em pacientes e a validação pela Anvisa, o soro poderá estar à disposição da população na rede pública de saúde e não será comercializado em farmácias.

“O Instituto Vital Brazil é uma instituição pública centenária e no seu estatuto prioriza a produção de qualquer medicamento para a área de saúde pública, para o SUS [Sistema Único de Saúde]”, afirmou Cunha.

O soro

A soroterapia é um tratamento bem-sucedido, usado, há décadas, contra doenças como raiva, tétano e picadas de abelhas, cobras e outros animais peçonhentos como aranhas e escorpiões. Enquanto não existem vacinas aprovadas e, mesmo posteriormente, em virtude da dificuldade em socorrer o mundo inteiro, o uso potencial da imunização passiva por esse tipo de terapia representa uma alternativa ao problema.

“O experimento com o plasma dos cavalos permite que o tratamento [antiCOVID-19] seja produzido em grande escala. Os animais não sofrem com o processo de retirada de plasma e, conseguimos, assim, uma grande quantidade de medicamento disponível”, esclarece Adilson Stolet, presidente do Instituto.

Os soros produzidos pelo Instituto Vital Brazil satisfatórios resultados de uso clínico, sem histórico de hipersensibilidade ou quaisquer outras eventuais reações adversas. A testagem do novo medicamento ocorrerá em parceria com o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR).

A pesquisa teve início em maio, na Fazenda Vital Brazil, em Cachoeiras de Macacu, quando cavalos foram inoculados com a proteína S recombinante do coronavírus, produzida na Coppe/UFRJ. Depois de 70 dias, o estudo revelou que os plasmas de quatro dos cinco animais apresentaram anticorpos neutralizantes 20 a 50 vezes mais potentes contra o novo vírus do que os plasmas de pessoas que tiveram a doença. O material, então, passa por diversas etapas de produção e testes até tornar-se o soro que será utilizado no combate à COVID-19.

"O Instituto Vital Brazil tem capacidade para produzir o quantitativo de cem mil tratamentos por ano. O soro será oferecido gratuitamente na rede pública de saúde, contribuindo na luta contra a doença em todo o país", diz Stolet.  
 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade