Publicidade

Estado de Minas OPINIÃO SEM MEDO

A mesma cloaca que expeliu Bolsonaro trouxe à tona seu rebanho putrefato

Metaforicamente falando, é claro, o presidente não nasceu; foi defecado. Assim como os aloprados que lhe dizem 'amém'


18/09/2021 15:03 - atualizado 18/09/2021 15:17

Bolsonaro repetiu velha pregação negacionista contra as vacinas, sobretudo a CoronaVac
Bolsonaro repetiu velha pregação negacionista contra as vacinas, sobretudo a CoronaVac (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Estou agressivo, não? E como não ficar, diante de mais uma ação homicida deste desgoverno asqueroso, que nos conduz firme à fome, ao atraso e ao necrotério? E se pelo menos a metade dos eleitores que votaram neste psicopata golpista  - como miseravelmente eu votei! - não saírem das sombras, o desastre só irá piorar.

Jair Bolsonaro, o verdugo do Planalto, e seus Bananinha, Rachadinha e Carluxinha apoiaram e incentivaram estudos - em tese, criminosos - adulterados em prol do uso de cloroquina para tratamento da COVID-19. Todos, sem nenhuma exceção, boicotam e/ou sabotam qualquer medida sanitária comprovadamente eficaz contra o vírus.

O maníaco do tratamento precoce, inclusive, após ter sido humilhado publicamente e obrigado a enfiar o rabinho golpista entre as pernas bambas, voltou a alimentar suas cabeças de gado com a  velha pregação negacionista contra as vacinas, sobretudo a CoronaVac , e a fazer propaganda enganosa de remédio (ivermectina) inútil.

HOMICIDAS

Mas o pior veio sob a forma da suspensão da vacinação dos adolescentes , por conta de uma fofoca que lhe foi soprada aos ouvidos - longos e pontudos, lembrando os de um jegue - por uma tia qualquer do zap, acompanhada por declarações criminosas e estúpidas do seu novo bibelô da Saúde; um Pazuello com estetoscópio.

Gente idiota, ignorante, má e cruel existe por todo o mundo. O importante é a parte civilizada da humanidade, que caminha sobre duas patas e não rumina o que come, colocar os devidos cabrestos nos quadrúpedes. Infelizmente, no Brasil, isso não vem ocorrendo devida e frequentemente, deixando à solta quem deveria estar no curral.

O amigão do Queiroz e essa manada obtusa que lhe cerca estão disseminando uma quantidade enorme de mentiras a respeito da vacina da Pfizer, comprovadamente a segunda mais eficiente, atrás apenas do imunizante da Moderna. Da mesma forma que fizeram - e ainda fazem - com a ‘vachina do Doria’, a mais utilizada no mundo.

A VERDADE

A CoronaVac apresenta números espetaculares! Ela previne 90% das internações e, principalmente, de mortes causadas pelo novo coronavírus. A cada milhão de doses aplicadas por todo o planeta, 250 mil (1/4) são dela. Imaginem a quantidade de vidas salvas pelos ‘comunistas’ (na frente do ditador Xi Jinping, o arregão miou mansinho).

Já a da Pfizer, como eu disse, a segunda mais eficaz do mundo,  não teve qualquer correlação com a morte do adolescente em São Paulo , e a empresa jamais admitiu tal possibilidade, como andam espalhando os bolsonaristas por aí. E o tal Queiroga, novo fantoche do psicopata, citou aquele jacaré (lembram?) para defender o patrão.

Tudo o que essa malta miserável sabe e consegue fazer é mentir. Alguns por má fé, outros por ignorância mesmo, coitados. São os velhinhos e velhinhas - na idade ou no pensamento - que passam o dia no Facebook ou no WhatsApp, compartilhando tudo o que leem do submundo da família das rachadinhas e das mansões. 

DEFECADOS

Sinto muito em repetir - metaforicamente, já disse -, mas essa cambada não nasceu, não foi ‘parida’. Foi desgraçadamente defecada! E a maldita cloaca de onde saiu o líder, expeliu também os liderados. Juntos e misturados, pastor e rebanho infestam o Brasil e contaminam o ambiente com um ‘fedor moral’ insuportável e insuperável.

Países como os Estados Unidos e outros da Europa vêm endurecendo as regras contra os ‘bolsonaristas’ de lá. Sim, erva daninha e cocô não conhecem fronteiras. Essa maldita pandemia recrudesce justamente nas áreas onde a vacinação não é abrangente, por causa da 'infinita estupidez humana’, assim definida por Einstein.

Que prefeitos e governadores responsáveis, humanos e cientes do valor de vidas que mal começaram, deem o pé no traseiro do devoto da cloroquina e continuem salvando os adolescentes, nossos filhos, nossas eternas crianças, tal como ainda somos e sempre seremos (crianças) aos olhos de nossos pais. Estejam ou não por aqui.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade