UAI
Publicidade

Estado de Minas VACINAÇÃO

Saúde volta atrás e recomenda vacina só em adolescentes com comorbidade

Pasta passa a recomendar aplicação do imunizante contra COVID-19 só em adolescentes com deficiência permanente, comorbidade ou que estejam privados de liberdade


16/09/2021 10:19 - atualizado 16/09/2021 10:27

None
(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
A Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à COVID-19, do Ministério da Saúde, emitiu uma nota informativa nesta quarta-feira (15/9) em que diz que revisou a recomendação de imunização de adolescentes. A pasta diz que, com isso, passa a recomendar a aplicação da vacina contra a COVID-19 somente em adolescentes que têm entre 12 e 17 anos e que apresentem deficiência permanente, comorbidade ou que estejam  privados de liberdade. 

A recomendação, segundo a nota, leva em conta que a Organização Mundial da Saúde (OMS) não recomenda a vacinação de adolescentes, a falta de estudos dos benefícios do imunizante nesse grupo e a baixa taxa de casos graves nessa faixa etária. 

Na terça-feira (14/9), uma nota técnica emitida pela pasta recomendação que a imunização de adolescentes com e sem comorbidades começasse nesta quarta. Sendo que, aqueles que não têm comorbidades deveriam ser deixados por último. 

Ainda em junho, a Anvisa autorizou a aplicação da vacina da Pfizer em adolescentes a partir de 12 anos.

Em algumas cidades e unidades da Federação, como no DF, a vacinação de adolescentes já começou. Por aqui, os jovens a partir de 15 anos já podem se imunizar. 

mudança na recomendação vem no mesmo dia que o Ministério da Saúde anunciou a redução  do intervalo entre a primeira e a segunda doses da vacina da Pfizer, de 12 para 8 semanas. 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade