UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Lula pede ao PT mineiro para manter esforços por união com Kalil

O encontro não serviu para bater o martelo sobre os rumos do PT em Minas, mas deixou recado claro, segundo participantes do bate-papo contaram ao EM


10/05/2022 20:18 - atualizado 10/05/2022 20:26

Gleisi Hoffman, presidente nacional petista, esteve na reunião
A reportagem do EM registrou a saída de Gleisi Hoffman, presidente nacional petista, que participou da reunião (foto: Marcos Vieira/EM/D.A press )
Apesar dos impasses que podem dificultar a composição, o Partido dos Trabalhadores (PT) vai seguir trabalhando para viabilizar a união entre Luiz Inácio Lula da Silva e Alexandre Kalil (PSD) em Minas Gerais. Nesta terça-feira (10/5), Lula pediu aos petistas mineiros que dirijam esforço para atrair Kalil a uma ampla aliança. O recado foi dado durante reunião que começou no fim da tarde, em um hotel na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

O encontro não serviu para bater o martelo sobre os rumos do PT em Minas, mas deixou recado claro, segundo participantes do bate-papo contaram ao Estado de Minas. Embora nomes de outros partidos tenham se oferecido para dar palanque a Lula, Kalil é a prioridade. 

Neste momento, a avaliação no PT é que a aliança está emperrada por causa de fatores ligados ao PSD. O partido de Kalil quer disputar o Senado Federal com Alexandre Silveira; os petistas, por sua vez, têm a pré-candidatura de Reginaldo Lopes.

"Ele [Lula] reafirma a legitimidade da construção da pré-candidatura do deputado Reginaldo Lopes, mas diz da necessidade de continuar o diálogo com Alexandre Kalil. No esforço, ainda – dentro do que o prazo nos permitir –de, lá adiante, tentar, quem sabe, entendimento e unidade para uma ampla aliança em Minas Gerais", disse o deputado estadual Cristiano Silveira, presidente do PT mineiro, após a reunião com Lula.

Interlocutores ouvidos pela reportagem apontam que, para o PT, não há problemas em um palanque com dois candidatos ao Senado – Reginaldo e Alexandre Silveira. O PSD, no entanto, precisa aceitar a condição.

"Queremos uma construção ampla de apoio a Lula em Minas – isso inclui o diálogo com Kalil. E continuaremos a construção de nossa pré-candidatura ao Senado", afirmou Cristiano Silveira.

"Discussão de cenários"

A reunião teve a participação de nomes nacionais do PT, como o ex-ministro Aloizio Mercadante. Depois, em meio ao vaivém de pessoas no saguão do hotel, surgiu Gleisi Hoffman, presidente nacional petista e deputada federal pelo Paraná.

Segundo Odair Cunha (PT-MG), parlamentar federal, o encontro foi oportunidade para "discutir os cenários" eleitorais no estado.

"Nesses cenários, o que está colocado é que vamos continuar trabalhando pela viabilização da aliança com Alexandre Kalil", assegurou.

Ontem, houve um jantar da cúpula petista na casa do ex-ministro Walfrido dos Mares Guia, na Região Sul de BH. Mais cedo, houve ato partidário no Expominas – Kalil não esteve lá. O PSD também não enviou representantes à primeira agenda de Lula em BH, no fim da manhã de ontem, quando ele recebeu líderes de partidos que devem caminhar ao lado dele na disputa presidencial 

Hoje, o ex-prefeito de Belo Horizonte rebateu insinuações sobre estar "evitando" Lula durante a passagem por Minas.

"Aqui em Minas Gerais ninguém dá bolo em amigo. Normalmente, é café quente e pão de queijo", escreveu, no Twitter.

Lula quer voltar a Minas para firmar alianças

Ontem, durante discurso a apoiadores, Lula garantiu que vai fazer nova viagem a Minas Gerais.

"Voltarei muitas vezes a Minas Gerais. Temos que fazer muitas conversas aqui. Há coisas a serem acertadas. Vamos ter que construir algumas alianças no estado", explicou, sem citar nomes. Nem mesmo o governador Romeu Zema (Novo), rival local dos petistas, foi mencionado.

Neste momento, o arco de alianças do PT tem PSB, PCdoB, PV, Rede, PSOL, PV e Solidariedade.
 
 
 

O "Beabá da Política"

série Beabá da Política reuniu as principais dúvidas sobre eleições em 22 vídeos e reportagens que respondem essas perguntas de forma direta e fácil de entender. Uma demanda cada vez maior, principalmente entre o eleitorado brasileiro mais jovem. As reportagens estão disponíveis no site do Estado de Minas e no Portal Uai e os vídeos em nossos perfis no TikTokInstagramKwai YouTube.

Confira os vídeos já publicados:

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade