Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Servidores da Anvisa se defendem em carta aberta à população

Eles dizem que o trabalho técnico da agência está acima de qualquer pressão externa


11/12/2020 07:44 - atualizado 11/12/2020 08:01

Os servidores admitem que podem existir pressões externas, mas garantem que o trabalho técnico está acima de qualquer pressão(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Os servidores admitem que podem existir pressões externas, mas garantem que o trabalho técnico está acima de qualquer pressão (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


Os funcionários da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgaram nesta sexta-feira (11/1) uma carta aberta à população brasileira em que afirmam o caráter independente e técnico dos trabalhos desenvolvidos na agência e dizem que não estão a serviço de governos ou de partidos políticos.  

“Por se tratar de uma autarquia sob regime especial, conforme define a própria lei de criação da Anvisa, a agência não serve aos interesses de governos, de pessoas, de organizações ou de partidos políticos”, diz trecho do documento. 

Os servidores admitem que podem existir pressões externas, mas garantem que o trabalho técnico está acima de qualquer pressão. “A Anvisa é um órgão do Estado brasileiro e está a serviço do povo brasileiro. Ao longo dos seus 20 anos de existência, a agência consolidou-se como uma referência no setor de saúde justamente pelo trabalho desenvolvido por seus servidores, que resultou na reconhecida excelência da sua atuação regulatória e na credibilidade de suas ações e decisões, baseadas exclusivamente em critérios técnicos e científicos.”

Ainda no documento, os servidores ressaltam que o corpo técnico da Anvisa é constituído por servidores de carreira e que o comitê criado para se dedicar exclusivamente à análise dos pedidos de registro e de autorização para uso emergencial das vacinas contra COVID-19 tem seguido “preceitos técnicos previstos no arcabouço regulatório sanitário vigente no país.”

Ao final da carta, os servidores destacam que o comitê tem trabalhado de forma criteriosa, fazendo análise rigorosa, de forma isenta, com objetivo de assegurar “que as vacinas contra a COVID-19 que venham a ser registradas pela Agência sejam seguras, eficazes e produzidas com qualidade.”

"Podem ter certeza de que nós, servidores da Anvisa, não faltaremos ao povo brasileiro e daremos nossas melhores energias e todo o nosso conhecimento técnico para aprovar, com segurança e com a urgência que a situação exige, as vacinas que o país aguarda com tanta ansiedade", afirmam os servidores na carta.

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade