Publicidade

Estado de Minas

Prefeito de Niterói anuncia primeiro teste em massa para COVID-19 no Brasil

Cidade do Rio de Janeiro quer adotar estratégia da Coreia do Sul e isolar pacientes diagnosticados com coronavírus


postado em 29/03/2020 20:29 / atualizado em 29/03/2020 21:15

Prefeitura de Niterói comprou 40 mil testes rápidos de coronavírus dos Estados Unidos(foto: Reprodução da Internet)
Prefeitura de Niterói comprou 40 mil testes rápidos de coronavírus dos Estados Unidos (foto: Reprodução da Internet)

Com 42 casos confirmados de COVID-19 e um morto pela doença até domingo (29), o município de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, vai começar a fazer testes em massa em pessoas suspeitas de ter contraído o coronavírus, segundo o prefeito Rodrigo Neves (PDT) informou em live no Facebook. Segundo ele, será a primeira cidade no Brasil a fazer isso.

Neves afirmou que a prefeitura comprou 40 mil testes fabricados nos Estados Unidos, que vão chegar em Niterói na próxima quarta-feira, dia 1º, e serão usados para testar todas as pessoas com algum sintoma respiratório, mesmo leve.

A ideia é identificar e isolar os doentes, como fizeram países como Coreia do Sul e Cingapura, que tiveram resultados muito melhores do que em nações que submetem a testes apenas pessoas com sintomas graves e profissionais de saúde, como o Brasil está fazendo. O cronograma de testes e os procedimentos de isolamento dos casos suspeitos e confirmados ainda serão anunciados.



"Niterói será a primeira cidade do Brasil (a ter) uma testagem massiva e uma logística de quarentena. Vamos retirar as pessoas de seu local de moradia para evitar a propagação do coronavírus", afirmou o prefeito.

"Nós estamos entrando em uma nova fase de combate dessa pandemia. Essa fase é a testagem massiva da população com sintomas respiratórios leves. Ou seja, não vamos ter mais o critério de testar apenas profissionais de saúde e pacientes internados. Vamos começar uma testagem massiva na nossa rede de saúde e em locais específicos para identificar mais rapidamente quem tem a presença do vírus", afirmou o secretário municipal de Saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira, que também participou da live no Facebook.

"Na Coreia (do Sul, que faz a testagem em massa), a taxa de letalidade está em 1%; na Itália (que não faz), (em) 10%", comparou o secretário. O prefeito também anunciou que no sábado, dia 28, se confirmou que Niterói tem transmissão comunitária, estágio em que doença se espalha com maior facilidade.

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia


Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

Especial: Tudo sobre o coronavírus 

Coronavírus: o que fazer com roupas, acessórios e sapatos ao voltar para casa

Coronavírus é pandemia. Entenda a origem desta palavra


Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade