UAI
Publicidade

Estado de Minas RISCO DE NOVO FECHAMENTO

População ignora apelo e avanço da COVID-19 e volta a se aglomerar em BH

Nem mesmo a ameaça da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) de voltar a fechar a cidade na próxima semana fez com que os cuidados sanitários fossem respeitados


23/01/2022 17:14 - atualizado 23/01/2022 18:03

Feira Hippie lotada
Belo-horizontinos e moradores da região aproveitaram o domingo de sol para lotar a Feira Hippie (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
A manhã ensolarada e quente tirou muita gente de casa neste domingo (23/1) em Belo Horizonte. Sem ver sinal de nuvens carregadas, belo-horizontinos e visitantes lotaram as pistas de caminhada ou foram às compras na Feira de Artes, Artesanato e Variedades, conhecida como Feira Hippie, na Região Centro-Sul da capital. Mesmo com os pedidos das autoridades para evitar aglomeração e usar máscara, nem todos cumprem as determinações, correndo o risco de contaminação nos tempos do coronavírus e das suas variantes, além das síndromes gripais.

“Ficamos com a máscara na bolsa, e usamos em lugares fechados. No caso da feira, ao ar livre, não é necessário, ainda mais que já tomamos as três doses da vacina contra a COVID-19”, disse a estudante de educação física, Luana Barroca, moradora de Vila Velha (ES).

Na companhia de Thiago Butkowsky, estudante de direito e empresário, Luana disse que vem a BH todos os anos, sendo essa a primeira vez do namorado também residente em Vila Velha. “Gosto demais daqui. Vou à praia o ano todo, no meu estado, então não há problema ficar uma semana longe do mar, no verão”, brincou.
 
Thiago Butkowsky com Luana Barroca na Feira Hippie
Thiago Butkowsky e Luana Barroca na Feira Hippie (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
 
 
Na semana passada, o infectologista Unaí Tupinambás ressaltou que a variante Ômicron não é tão agressiva quanto as cepas anteriores, mas clamou aos belo-horizontinos para que voltem a endurecer a postura diante da pandemia.

“É hora de a população repensar a postura que está tendo, esse relaxamento excessivo das atividades. Acho que temos que proibir esses eventos superespalhadores, que são os responsáveis para a disseminação", afirmou o médico, que integra o comitê montado pela Prefeitura de BH para enfrentar a COVID-19.

Uso de máscara


Há 22 anos comercializando seus produtos no setor de couros da Feira Hippie, o expositor Rafael Mendonça, da comissão paritária de gestão da feira, não viu grande alteração no movimento deste domingo. “Tem se mantido normal, mas depende muito do setor”, afirmou, com a ressalva de que, em 8 de janeiro, as chuvas impediram o funcionamento. “Foi a primeira vez, em mais de duas décadas, que não teve feira devido à chuva”, afirmou.

Sobre o uso de máscaras, Rafael explicou que há pessoas disciplinadas que se protegem em todos os ambientes e momentos, enquanto outras tiram em locais abertos. "Geralmente, todos os que chegam para comprar aqui usam máscara”, contou.

Na pista


A máscara deixou de ser “artigo de primeira necessidade” em alguns pontos de BH. De manhã, quem caminhou na Avenida José Cândido da Silveira, na Região Nordeste, viu pouca gente com proteção facial, independentemente da idade. A justificativa é sempre a mesma: deixar de lado em ambientes arejados e abertos.
 
Orla da Lagoa com movimento intenso
Orla da Lagoa com movimento intenso (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
 

O álcool gel – sempre presente antes e depois da prática de exercícios, nos aparelhos e barras – anda sumido de cena. “Fui vacinado, então estou protegido”, garantiu um homem que fazia suas abdominais.

Alerta


Na sexta-feira (21/1), o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, fez um apelo à população para usar máscaras e evitar aglomerações. “Não queremos fechar nada. É a última coisa que queremos. Mas, se até quarta-feira (26/1) continuar como está, pode ser que medidas restritivas sejam adotadas."

"Nesta semana, é muito importante não aglomerar e não ficar doente. E, se ficar, ter muito critério na hora de procurar um serviço de saúde", pediu o secretário, em virtude da pressão que o sistema de saúde começa a sentir.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade