UAI
Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Secretário de BH faz apelo: 'Não queremos fechar a cidade de novo'

Prefeitura avalia endurecer medidas de segurança contra a COVID. Secretário de Saúde, Jackson Machado, pede à população que evite aglomerações e use máscaras


21/01/2022 15:00 - atualizado 22/01/2022 20:02

Secretário municipal de saúde
Coletiva de imprensa com o secretario municipal de Saude, Jackson Machado Pinto (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
"Não queremos fechar nada. É a última coisa que queremos. Mas se continuar assim, o comitê vai ter que sugerir medidas de restrição." A afirmação foi feita pelo secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, na tarde desta sexta-feira (21/1) em coletiva de imprensa.

"Se até quarta-feira (26/1) continuar como está pode ser que medidas restritivas sejam adotadas. Não está descartado cancelar jogos e eventos do carnaval", acrescentou.

Ele sustenta que a administração municipal pode adotar novas medidas restritivas. "A última coisa que passa pela minha cabeça e dos membros do Comitê e prefeito é colocar a cidade sob qualquer medida restritiva, mas venho pedir mais uma vez que a população nos ajude evitando aglomeração, usando máscaras", apontou. 

O secretário faz o apelo para que pessoas com sintomas gripais leves esperem 24 horas. "Não procure serviço de saúde imediatamente em caso leve. Se isole, fique em casa. Não podemos correr o risco de aumentar a disseminação do vírus neste momento", afirma.

Além disso, segundo ele, hospitais não estão conseguindo abrir mais novos leitos para dar conta da demanda da COVID-19 em Belo Horizonte por falta de profissionais. 

Nesta sexta-feira, a ocupação de leitos de UTI COVID está em 84,6% e os de enfermaria em 83,7%. Já o RT, que mede a taxa de transmissão do coronavírus, está em 1,19. "Nas 3 semanas de janeiro, já criamos 27 leitos de UTI e mesmo assim os indicadores estão como estão", afirmou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade