UAI
Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Após 133 dias, ocupação das enfermarias retorna ao patamar de alerta em BH

Desde 23 de julho, indicador não superava a marca dos 50%. Aumento na ocupação acompanha diminuição na oferta de vagas para pacientes com COVID-19


03/12/2021 18:49 - atualizado 03/12/2021 20:06

Leito hospitalar
Leitos de enfermaria voltam a assustar na pandemia em BH (foto: Gil Leonardi/Imprensa MG - 22/03/2021)

 
A ocupação dos leitos de enfermaria para pacientes com COVID-19 chegou ao patamar de alerta nesta sexta (3/12) em Belo Horizonte, conforme o boletim epidemiológico e assistencial da prefeitura. O dado aumentou de 49,8% para 50,6% na comparação entre os dois últimos balanços. 


BH oferece, hoje, 496 vagas de enfermaria para a doença. Portanto, 251 pacientes estão internados atualmente nos hospitais públicos e privados com casos não graves da enfermidade.

Em 23 de julho, no entanto, o cenário da pandemia era bem diferente. Naquela data, das 1.448 camas de enfermaria para COVID-19 na capital 753 estavam em uso. Uma diferença de 502 internações.
 
Gráficos
Atual cenário dos indicadores da pandemia da COVID-19 em BH (foto: Janey Costa/EM/D.A Press)
 

Ainda assim, o panorama atual requer cuidados, sobretudo com a ameaça da variante Ômicron do novo coronavírus, uma cepa ainda com poucas evidências científicas sobre seu efeito nos vacinados e na transmissão. 
 
Nesta sexta, 
a prefeitura descartou o diagnóstico da Ômicron em uma mulher oriunda da África e internada em BH.
 Certo é que BH tem dois indicadores na área de alerta, já que a transmissão do vírus está em 1,03, maior patamar desde 29 de outubro. Portanto, 103 pessoas se tornam vítimas da pandemia, em média, a cada 100 casos confirmados na cidade. 

A situação das UTIs é a única em controle: ocupação de 41,9%, inferior ao 45,3% anotado no balanço dessa quinta (2/12).

Casos, mortes e vacinação


Mais sete mortes foram confirmadas pela Prefeitura de BH nesta sexta. Agora, são 7.043 no total.

O consolidado de casos aumentou em 137, batendo a marca de 293.415: 925 em acompanhamento e 285.447 recuperados, além daqueles que não resistiram. 

BH apresenta 83,7% de seu público-alvo da campanha de vacinação imunizado com a primeira dose. Ao mesmo tempo, 74,5% do mesmo grupo completou o esquema vacinal de duas doses. 
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade