UAI
Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Após mais de 1 ano e meio, Uberlândia libera cinemas, teatros e boates

Escolas também poderão ter 100% da ocupação de salas em aulas presenciais depois de deliberação do comitê local de enfrentamento à COVID-19


13/10/2021 21:12 - atualizado 13/10/2021 21:31

Imagem de prédio em Uberlândia
Com decreto da Prefeitura, cidade está na fase flexível do plano local de atividades (foto: Divulgação/Prefeitura de Uberlândia)
Fechados desde o fim de março de 2020 por causa da pandemia de COVID-19, boates, teatros e cinemas poderão reabrir a partir do próximo sábado (16/10) em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Um novo decreto da Prefeitura local flexibilizou essas atividades e também liberou a ocupação de 100% das salas de aula para ensino presencial. A nova decisão leva em consideração a queda de número relativos ao contágio por coronavírus e ocupação de leitos na cidade.
 
Exibição de filmes, apresentações teatrais e abertura de casas noturnas fazem parte do grupo de atividades que foram suspensas ainda nos primeiros casos da doença no município e, mesmo com flexibilizações anteriores e até a retomada de eventos com restrições, não puderam ter atividades liberadas. Dessa vez, entretanto, o Núcleo Estratégico do Comitê Municipal de Enfrentamento à COVID-19 deliberou, nesta quarta-feira (13), para que o município entrasse na fase flexível do Plano Municipal de Funcionamento das Atividades Econômicas (PMFAE). A cidade era mantida sob a fase intermediária do plano local há cerca de sete meses.
 
Deste modo, teatros e cinemas estarão liberados para funcionamento todos os dias da semana, das 10h às 23h, e casas noturnas e boates, que poderão funcionar nas sextas-feiras e sábados, das 20h às 2h. Todas essas atividades deverão obedecer aos critérios estabelecidos na cartilha de biossegurança estabelecida pelo Município. A liberação dessas regras, contudo, ainda será publicada pela Prefeitura nesta quinta (14/10).
 
O novo decreto ainda permite a capacidade total das atividades de ensino presenciais, permanecendo facultado aos pais a opção pela adesão ao ensino presencial.
 
Razões
 
Para que estas mudanças fossem possíveis, o comitê levou em consideração a melhora nos indicadores da pandemia e o avanço da vacinação da cidade, que já se encontra na aplicação da primeira em adolescentes e da dose de reforço para idosos e profissionais da saúde. Outro indicador levado em consideração diz respeito à taxa de transmissão, que na última medição indicou 0,68, a menor desde o início da pandemia, além da taxa de ocupação de UTIs, abaixo de 40% nesta semana.
 
"Estes dados possibilitaram ainda uma flexibilização em atividades que já estavam em funcionamento, como os eventos sociais e coorporativos, que agora estão liberados todos os dias da semana, sempre das 6h às 2h, e os bares e restaurantes, que agora também passam a poder funcionar das 6h às 2h. Estes locais também devem seguir os critérios de biossegurança estabelecidos na cartilha do Município", diz o comunicado municipal.
 
Contudo é informado que poderá, a qualquer momento, haver alterações nas medidas, conforme evolução dos indicadores.
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade