UAI
Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Pedro Leopoldo registra 18 dias sem mortes por COVID-19

Setembro foi o mês com melhores resultados este ano: queda nas mortes e nos casos, redução de ocupação dos leitos e população adulta vacinada


28/09/2021 14:56 - atualizado 28/09/2021 15:27

Também foi no mês de setembro que toda a população adulta, acima de 18 anos, tomou a primeira dose do imunizante. Prefeita comemora e recomenda que mesmo com os bons números, a população deve continuar com as medidas de prevenção
Também foi no mês de setembro que toda a população adulta, acima de 18 anos, tomou a primeira dose do imunizante. Prefeita comemora e recomenda que mesmo com os bons números, a população deve continuar com as medidas de prevenção (foto: Divulgação/Prefeitura de Pedro Leopoldo)
  
Já são 18 dias sem nenhuma morte registrada por COVID-19 em Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Além do espaçamento entre os registros de óbitos, setembro foi o mês que menos registrou mortes desde janeiro. Do dia primeiro até esta terça-feira (28/9) são sete vidas perdidas pela doença. De acordo com o boletim epidemiológico, no mês de agosto foram 10 mortes registradas durante o mês e em julho foram 25 no total.



De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a redução de casos de COVID-19 no mês de setembro foi de 60,6% em comparação ao mês de agosto. Foram registrados 48 casos este mês e no mês passado foram 122 registros.
 
Raquel Lage, referência técnica em Epidemiologia de Pedro Leopoldo, os números vêm decrescendo desde de junho, devido ao aumento da vacinação na cidade. Com a primeira dose, já foram vacinadas 43.535 pessoas. Com a segunda dose e dose única são 24.438 vacinados. Esses números apontam que 67% da população tomaram a primeira dose e cerca de 37% estão com esquema vacinal completo.
 
“Tivemos uma redução substancial dos casos e além do número de casos ter diminuído, percebemos que a quantidade de internações e óbitos também reduziu, o que mostra a eficiência da vacina não somente na redução de casos, mas de casos graves."
 
No Hospital Municipal Francisco Gonçalves, dos 30 leitos destinados para casos de COVID-19, apenas dois estão ocupados.
 

População adulta vacinada

 
A  primeira dose do imunizante da Pfizer foi aplicada nos jovens de 18 anos. Também neste mês, no dia 23, teve início a imunização nos adolescentes de 12 a 17 anos com cormobidades ou deficiência permanente.
 
Mesmo com os bons resultados, a prefeita de Pedro Leopoldo, Eloisa Helena, recomenda à população que mantenha as medidas de prevenção associadas à vacinação. Na cidade, ainda não foram registrados casos com a variante Delta.
 
“Graças a Deus os casos e óbitos estão diminuindo com o avanço da vacinação, mas os cuidados devem permanecer os mesmos. Como se trata de um vírus novo, que ainda não conhecemos totalmente seu comportamento, devemos continuar com o uso da máscara, álcool em gel e distanciamento social. Isso contribui para que o vírus perca a força e até mesmo para evitar o surgimento de novas variantes."
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19

 
 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade