UAI
Publicidade

Estado de Minas RT EM ALTA

BH tem nova alta na transmissão e atinge maior patamar desde maio

Índice teve quinta alta consecutiva nesta sexta (17/9). Secretário Jackson Machado afirma que aumentos não têm impactado número de casos e pacientes internados


17/09/2021 19:52 - atualizado 17/09/2021 19:56

Atendente do BH Resolve atende idosa com face shield: medidas de segurança devem ser mantidas mesmo com avanço da vacinação
Atendente do BH Resolve atende idosa com face shield: medidas de segurança devem ser mantidas mesmo com avanço da vacinação (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press - 03/05/2021)
BH teve nova alta da transmissão do coronavírus nesta sexta (17/9). Conforme o boletim epidemiológico e assistencial da prefeitura, o RT saiu de 1,04 para 1,08 – o quinto aumento em sequência.

 

 

 

Esse é o maior patamar do dado desde 27 de maio, quando a prefeitura também atestou 1,08. A estatística está na zona de alerta da escala de risco, entre 1 e 1,2.

BH não registrava cinco boletins seguidos com alta na transmissão do vírus desde o intervalo entre 7 e 15 de julho, quando computou sete em sequência. Atualmente, 108 pessoas se tornam vítimas da pandemia, em média, a cada 100 diagnósticos confirmados na cidade.

Para o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, essas altas em sequência do indicador não preocupam por não impactar o sistema de saúde.

"O RT é uma medida muito importante, mas a gente tem que considerar que o número de casos notificados é pequeno. Pequenas variações determinam uma amplitude maior no RT. Então, essa variação é uma variação muito pequena na circulação. Tanto isso é verdade que não houve impacto nas taxas de ocupação nem de UTI, nem de enfermaria”, disse.

 

 

 

“Isso sinaliza pra nós que pode ser que tenhamos um aumento de casos, mas sem impacto no sistema de saúde”, completou.

Fato é que BH tem as ocupações dos leitos de UTI e de enfermaria em controle (abaixo de 50%). Na terapia intensiva, a taxa de uso teve leve aumento entre os dois últimos balanços: 44,3% para 44,9%.

 

 

 

Já nas enfermarias também houve pequeno crescimento: de 31,1% para 32,1%.

Casos e mortes

Mais uma vez, a prefeitura teve dificuldades para atualizar o número de casos de COVID-19, que permaneceu o mesmo do balanço anterior: 278.370, com 6.651 mortes, 695 em pacientes em acompanhamento e 270.317 recuperados.

“A SMSA-BH (Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte) está em processo contínuo de correção e validação da base de dados para solucionar os problemas que vem ocorrendo com a exportação após mudanças no servidor do Ministério da Saúde. Alterações relacionadas aos dados mais atuais podem ocorrer a qualquer momento”, esclarece o boletim.

O total de óbitos, no entanto, foi atualizado. Houve crescimento de 18 vidas perdidas: de 6.633 para os atuais 6.651.

Vacinação

BH registrou mais 22.493 aplicações da vacina contra a COVID-19 nesta sexta: 1.485 de primeira dose, 20.123 de segunda, cinco de dose única e 880 de reforço.

Agora, BH soma 1.937.611 aplicações de primeira dose, 1.102.858 de segunda, 59.232 de dose única e 15.169 de reforço (todas em idosos).

 

Segundo a prefeitura, 82,2% do público-alvo total se vacinou com a injeção inicial e 47,8% do mesmo contingente completou o esquema vacinal.

A cidade recebeu 3.459.136 vacinas até aqui. A PBH não informa mais quantas doses recebeu de cada fórmula nem quantas injeções aplicou em cada grupo prioritário ou faixa etária.

 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade