UAI
Publicidade

Estado de Minas APÓS SUSPENSÃO DO MINISTÉRIO

Minas e BH vão seguir vacinando adolescentes contra a COVID-19

Nesta sexta-feira, Fábio Baccheretti disse que a Anvisa não indica restrições e reafirmou a segurança do imunizante para os menores de idade


17/09/2021 12:18 - atualizado 17/09/2021 13:23

None
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Após receber o comunicado do Ministério da Saúde autorizando a vacinação contra a COVID-19 apenas em adolescentes com comorbidades, o Governo de Minas consultou órgãos responsáveis e decidiu que todas as faixas etárias e grupos vão receber as doses da vacina. Belo Horizonte também seguirá a mema linha.

O Secretário de Saúde do estado, Fábio Bacchretti, informou em entrevista que a Anvisa reafirmou a segurança da vacina para os adolescentes: “A Anvisa afirmou que não existe nenhuma restrição técnica da vacina para este grupo. Diante disso, Minas está liberando pela deliberação que já existia, a vacinação de todos os adolescentes, com ou sem comorbidades”, afirma.
ANVISA NÃO INDICA RESTRIÇÕES 
“O que depende agora é o envio de mais vacinas para iniciar a imunização deste grupo”, completa o secretário.
 
Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais informou mais detalhes desta decisão, veja:
 
A (SES-MG) esclarece que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reafirmou nesta quinta-feira (16/9) que a vacina da Pfizer contra a COVID-19 é segura para os adolescentes de 12 a 17 anos.
 
Diante disso, permanecem em vigor as orientações previstas na Deliberação CIB-SUS/MG Nº 3.508, de 3 de setembro de 2021, que aprova o uso do imunizante da Pfizer para vacinação contra covid-19 de todos os adolescentes de 12 a 17 anos, bem como para dose de reforço no Estado de Minas Gerais.
 
É importante ressaltar que a vacinação contra a COVID-19 e avanço para esta etapa da campanha depende da disponibilidade de doses da vacina por parte do governo federal.
 
Além disso, o Secretário Municipal de Saúde de Belo Horizonte, Jackson Machado, informou que a capital seguirá com a vacinação deste grupo: “a nota da Anvisa é muito clara dizendo que não há contraindicação para vacinar adolescentes sem comorbidades. Se houver disponibilidade de vacinas, eles serão vacinados sem dúvida alguma”, afirma.
 
Jackson explica: “ a nossa ideia é imunizar pessoas ainda mais jovens, porque sabemos que vacinar este público é extremamente importante para poder controlar a transmissão, pois também circulam pela cidade, e são pessoas importantes a serem vacinadas”. 
 
“Este público será vacinado assim que houver disponibilidade de mais vacinas”, completa o Secretário Municipal.
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira 
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre  sintomas prevenção pesquisa  vacinação .
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara?  Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina?   Posso beber após vacinar?  Confira esta e outras  perguntas e respostas sobre a COVID-19 .

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade