Publicidade

Estado de Minas AEROPORTO DE CONFINS

Companhias ampliam frequência de voos no Aeroporto Internacional de BH

Companhias aéreas internacionais TAP e Copa passam a operar em três dias na semana após aumento de demanda de voos


20/07/2021 12:31 - atualizado 20/07/2021 14:01

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte está localizado no município de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Aeroporto Internacional de Belo Horizonte está localizado no município de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Após o aumento da demanda com o avanço da vacinação contra a COVID-19 no país, as companhias aéreas internacionais TAP e Copa tiveram que ampliar a frequência de voos no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.

Segundo a concessionária BH Airport, que administra o aeroporto de Confins, desde o último domingo (18/7), a Copa passou a operar aos domingos, segundas e quintas-feiras. Já a TAP, programou a ampliação para agosto, com voos aos sábados, domingos e quintas-feiras. Antes, as companhias operavam apenas dois dias na semana.

“Nosso intuito é manter a conectividade com os demais aeroportos pelo mundo, sempre com a máxima segurança para passageiros, visitantes e comunidade aeroportuária nesses tempos de pandemia do coronavírus. A expectativa é de abertura das fronteiras e aumento da movimentação de passageiros internacionais. Além disso, com a autorização do governo americano também esperamos dar início às operações da Eastern Airlines”, ressalta Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport.  

De acordo com a concessionária, a estimativa é de que cerca de 600 mil pessoas passem pelo terminal ao longo de julho para voos dentro e fora do Brasil. Um crescimento de 30% na comparação com o mês anterior.

Esta movimentação representa 70% do tráfego aéreo registrado em fevereiro de 2020. Ao todo, devem ocorrer cerca de 5 mil voos, alta de 20% na comparação com junho. 

“Estamos otimistas com o mercado e a retomada das operações. Para este mês, temos a expectativa de alta no fluxo de pessoas e de operações, sobretudo por conta das férias de julho. Para atender a demanda dos mineiros, teremos o retorno das rotas para Cabo Frio, Florianópolis e João Pessoa e, vale ressaltar, o início das operações da Itapemirim. No Aeroporto Internacional de Belo Horizonte estamos tomando todas as medidas necessárias para combater e prevenir a COVID-19 e os passageiros podem ter a tranquilidade que é seguro circular pelo aeroporto e também voar”, disse Clayton Begido.

Ações contra a COVID-19

Segundo a BH Airport, em Confins são colocadas em prática todas as orientações das autoridades de saúde e da Agência de Aviação Civil (Anac), como dispensers de álcool em gel em todo o aeroporto, barreiras de proteção nos locais de atendimento aos usuários e adesivos informativos para piso, assentos, banheiros e elevadores.

Com apoio do Exército, uma equipe foi capacitada para atuar na descontaminação e higienização de áreas de grande circulação. Entre as demais medidas já adotadas para o combate à disseminação do coronavírus, também foi reforçada a limpeza e desinfecção das áreas comuns de todo o aeroporto, especialmente dos banheiros.

Para quem viaja a Belo Horizonte, em voos internacionais, há obrigatoriedade de realização de teste PCR para COVID-19. O exame precisa ser feito com até 72 horas de antecedência e apresentado durante o embarque no país de origem. Também deve ser apresentada declaração de Saúde do Viajante (DSV) preenchida com a concordância sobre as medidas sanitárias que devem ser cumpridas durante o período que estiver no Brasil.

Ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte após uma viagem no exterior, os passageiros terão contato com a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), que identifica se há alguém com algum sintoma do vírus ou em caso de necessidade de atendimento médico. 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade