Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Patos de Minas recebe 1,5 mil doses de vacinas para profissionais da saúde

De acordo com o município, a quantidade inicial enviada não era suficiente para o número de cadastros feitos e quantitativo inicial foi 100% aplicado


10/07/2021 17:36 - atualizado 10/07/2021 17:44

As unidades foram enviadas pelo Governo de Minas Gerais chegaram a partir de solicitação da prefeitura(foto: Divulgação/Prefeitura de Patos de Minas)
As unidades foram enviadas pelo Governo de Minas Gerais chegaram a partir de solicitação da prefeitura (foto: Divulgação/Prefeitura de Patos de Minas)
Cerca de 1,5 mil doses extras de vacinas contra a COVID-19 foram enviadas para Patos de Minas para retomar vacinação de profissionais da saúde do município do Alto Paranaíba. O cadastro para esse grupo, inclusive, foi reaberto pela prefeitura local.

As novas unidades enviadas pelo Governo de Minas Gerais chegaram a partir de solicitação oficial da Secretaria Municipal de Saúde. O pedido aconteceu porque o município já havia recebido 100% das doses previstas inicialmente para esse grupo prioritário, mas faltavam pessoas para serem atendidas.

As convocações para essa nova fase de imunização dos profissionais da Saúde acontecerão por ordem cronológica de cadastro e ficam limitadas ao número de imunizantes disponíveis. Estão aptos trabalhadores ainda não vacinados de estabelecimentos de assistência, vigilância à saúde, regulação e gestão à saúde, profissionais que atuam em cuidados domiciliares, funcionário de sistema funerário, lML e Serviço de Verificação de Óbito (SVO) que tenha contato com cadáveres potencialmente contaminados.

Também estão no grupo os acadêmicos em saúde e estudante da área técnica em saúde em estágio hospitalar, atenção básica, clínicas e laboratórios; trabalhador que atua nos estabelecimentos de serviços de interesse à saúde das instituições de longa permanência para idosos (ILPI), casas de apoio e cemitérios.

A prefeitura ainda informou que em nova consulta ao Ministério da Saúde, a Vigilância Epidemiológica foi informada que não são prioritários os demais profissionais que atuam em estabelecimentos de serviço de interesse à saúde, a exemplo de academias de ginástica, clube, salão de beleza, clínica de estética, ótica, estúdio de tatuagem e estabelecimento de saúde animal.

Em relação a veterinários do Instituto Mineiro de Agropecuária, a resposta foi que também não entram no grupo a vacinar no momento.

Documentos

Não é necessário anexar documentos no ato do cadastramento, pois eles serão verificados antes da aplicação da vacina. Além de documento com foto e CPF, o trabalhador deve apresentar documento que comprove o vínculo com estabelecimento de serviços de saúde e protocolo impresso do cadastro no Aprova Digital. São aceitos como comprovação a carteira ou contrato de trabalho, contracheque/holerite, pró-labore ou contrato social da empresa (se proprietário).

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade