Publicidade

Estado de Minas CAMPANHA DE VACINAÇÃO

Kalil: 'O estado não é dono da vacina e não pode distribuir como ele quer'

Com a segunda campanha mais atrasada entre as capitais, prefeito disse que quem sofre com o embate entre os governantes ''é o povo''


22/06/2021 18:47 - atualizado 23/06/2021 12:51

Para Kalil, estado precisa apenas cumprir o Plano Nacional de Imunização (PNI)(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
Para Kalil, estado precisa apenas cumprir o Plano Nacional de Imunização (PNI) (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)


O prefeito Alexandre Kalil (PSD) afirmou que o Governo de Minas "não é dono da vacina" na noite desta terça (22/6), em entrevista exclusiva ao Estado de Minas. Para o chefe do Executivo municipal, o povo é o maior prejudicado pela campanha lenta em BH.

"Na briga política, só tem um que sofre: é o povo. Castigar uma população não pode. Nem no interior nem na capital", disse.

 

Leia também: Kalil sobre disputa por mais vacinas com Zema: "Está apaziguada"  

 


"Tem um critério e o critério tem que ser obedecido. O estado não comprou a vacina, o estado não pagou pela vacina, não é dono da vacina e não pode distribuir do jeito que ele quer", completou Kalil.

Ele também afirmou que BH é "a nave mãe" entre as cidades do estado. Portanto, a pandemia só acabará em Minas depois que for controlada na capital mineira.

Apesar de alfinetar o estado, Kalil disse que o embate com o governador Romeu Zema (Novo) ''está apaziguado''. O acordo, segundo ele, é para que BH receba 13% de cada carregamento recebido por Minas, já que abriga o mesmo porcentual da população mineira.

 

Para ele, o estado precisa apenas cumprir as diretrizes do Plano Nacional de Imunização (PNI). Já a prefeitura "organiza a vacinação para não ter tumulto", o que Kalil analisa como "o mais difícil" na campanha. 

 

Sobre a imunização de moradores de outras cidades da Grande BH, o prefeito disse que a capital paga por ter se sacrificado, enquanto outras prefeituras permitiram o funcionamento do comércio em períodos críticos de transmissão.

 

EM procurou o governo mineiro para saber a posição do Palácio Tiradentes sobre a conversa. Segundo Baccheretti, "o municipio reconheceu que toda a distribuição segue critérios técnicos e que o estado de Minas utiliza parâmetros objetivos e claros de distribuição de vacinas".


Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.


Quais os sintomas do coronavírus?

Desde a identificação do vírus Sars-CoV2, no começo de 2020, a lista de sintomas da COVID-19 sofreu várias alterações. Como o vírus se comporta de forma diferente de outros tipos de coronavírus, pessoas infectadas apresentam sintomas diferentes. E, durante o avanço da pesquisa da doença, muitas manifestações foram identificadas pelos cientistas. Confira a relação de sintomas de COVID-19 atualizada.

O que é a COVID-19?

A COVID-19 é uma doença provocada pelo vírus Sars-CoV2, com os primeiros casos registrados na China no fim de 2019, mas identificada como um novo tipo de coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em janeiro de 2020. Em 11 de março de 2020, a OMS declarou a COVID-19 como pandemia.

(foto: Hudson Franco/EM/D.A Press)
(foto: Hudson Franco/EM/D.A Press)

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade