Publicidade

Estado de Minas

Seis parques de BH reabrem no sábado: veja como agendar uma visita e conheça as regras

Marcação das visitas é feita de forma gratuita. Haverá aferição de temperatura na entrada e frequentadores devem seguir uma série de regras para evitar a contaminação pelo coronavírus, que já matou 944 pessoas na capital


28/08/2020 08:56 - atualizado 28/08/2020 11:32

Lagoa do Quiosque no Parque Municipal, no Centro de Belo Horizonte(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
Lagoa do Quiosque no Parque Municipal, no Centro de Belo Horizonte (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)

A partir de amanhã, 29 de agosto, seis parques públicos de Belo Horizonte voltam a abrir nesta nova etapa de flexibilização durante a pandemia da COVID-19. Os espaços vão funcionar de quinta-feira a domingo, das 8h às 17h, mas para visita-los é preciso fazer agendamento e tomar uma série de cuidados. Nesta sexta-feira, alguns dias e horários já estão esgotados. 

Em seu portal público, a Prefeitura de Belo Horizonte explica que haverá um limite máximo diário de pessoas em cada parque. Veja a seguir como frequentar as áreas verdes:

Quais parques estarão abertos?

  • Parque das Mangabeiras - Portaria sul: Avenida José de Patrocínio Pontes, 580, Bairro Mangabeiras, Região Centro-Sul da capital

  • Parque Municipal Américo Renné Giannetti: Avenida Afonso Pena, 1377, no Centro

  • Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado: Portaria 2: Rua Ministro Hermenegildo de Barros, 904, Bairro Itapoã, na Pampulha

  • Parque Real: Rua Três Mil e Setenta E Quatro, 201, Bairro Paulo VI, Região Nordeste da capital

  • Parque Municipal Jacques Cousteau: Rua Augusto José dos Santos, 366, Bairro Estrela do Oriente, Região Oeste

  • Parque Nossa Senhora da Piedade: Rua Rubens de Souza Pimentel, 750, Bairro Aarão Reis, na Região Norte de BH

O que pode

“Os visitantes poderão fazer caminhada recreativa, contemplar a natureza, realizar práticas esportivas individuais, como corrida, ginástica, yoga, andar de bicicleta; ler um livro, ouvir música (recomenda-se o uso de fones de ouvido)”, orienta a PBH, por meio da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica. 

O que não pode

Quadras, pistas de skate, brinquedos e aparelhos de ginástica continuam com uso suspenso. Eventos e passeios com animais domésticos estão proibidos, assim como a prática de esportes coletivos, como futebol. A prefeitura também pede que pessoas que têm mais de 60 anos, gestantes e portadores de doenças crônicas não frequentem os parques. 

Banheiros e bebedouros

Segundo a prefeitura, os banheiros estarão disponíveis para uso, mas o número de pessoas é limitado e será informado por meio de um cartaz do lado de fora. Se o limite tiver sido atingido, é preciso esperar do lado de fora e mantendo distância de dois metros das outras pessoas. Os bebedouros dos parques não podem ser utilizados para consumo direto, apenas para encher garrafas ou copos. Os objetos também não podem ser encostados nas torneiras. 

Como agendar uma visita

O agendamento das visitas aos parques é de graça e feito pela internet por meio de um link do Sympla no site da prefeitura. Veja o passo a passo:

  • Acesse a página do agendamento do parque que deseja visitar

  • Escolha a data e faixa de horário que deseja realizar a visita e forneça os dados

  • No dia escolhido, compareça ao parque na faixa de horário marcada, com o comprovante de agendamento para identificação na portaria

  • Leve máscara, protetor solar, álcool em gel, água e o próprio lanche

  • Respeite as regras do uso do espaço para preservar a segurança de todos

Medidas da prefeitura

Ao visitar os parques, os frequentadores poderão conferir uma limpeza mais frequente dos espaços, principalmente d as superfícies de contato, funcionários usando equipamentos de proteção individual para evitar a contaminação pelo coronavírus. Também haverá aferição de temperatura na entrada dos parques e disponibilização de álcool em gel 70% e sabão em pontos estratégicos. 

Medidas de proteção individual

Segundo o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde nessa quinta-feira, Belo Horizonte já soma 32.721 casos e 944 mortes por COVID-19. Apesar da sensação de normalidade que vem com a flexibilização, a pandemia não acabou e o isolamento social segue como a forma mais eficiente de prevenir a doença. Assim, é preciso permanecer atento e continuar obedecendo às regras de segurança e higiene.

No caso dos parques, há uma lista de cuidados a ser obedecidos. Confira:

  • Utilizar máscara de forma adequada durante todo o tempo em que estiver no parque

  • Utilizar corretamente as lixeiras

  • Respeitar as marcações de fila

  • Respeitar a distância mínima de 2 metros dos demais visitantes

  • Não tocar nem alimentar os animais silvestres

  • Não realizar aglomeração e eventos

  • Não utilizar espaços bloqueados como parquinhos infantis, quadras esportivas, equipamentos de ginástica, pistas de skate e áreas de eventos

  • Não praticar esportes coletivos

  • Não entrar com animais domésticos (mesmo nos parques onde era permitido antes da pandemia do COVID-19)

  • Não consumir bebida alcoólica

  • Utilizar bebedouros apenas para encher garrafas e copos individuais

  • Respeitar a capacidade dos sanitários

  • Respeitar as orientações e sinalizações da administração do parque

  • Higienizar as mãos com utilização de álcool em gel 70% ou água e sabão 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade