Publicidade

Estado de Minas LUTO

Morre Márcio Trindade, ex-presidente da SME, vítima da COVID-19

Segundo a família de Márcio Damazio Trindade, ele foi internado no CTI do Hospital Mater Dei no domingo (12) e faleceu nesta segunda-feira (20); Sociedade Mineira de Engenharia lamenta perda


20/07/2020 17:17 - atualizado 21/07/2020 14:40

Márcio Damazio Trindade morreu aos 82 anos vítima do novo coronavírus(foto: Beto Magalhães/EM/D.A press)
Márcio Damazio Trindade morreu aos 82 anos vítima do novo coronavírus (foto: Beto Magalhães/EM/D.A press)
O engenheiro Márcio Damazio Trindade, de 82 anos, ex-presidente da Sociedade Mineira de Engenheiros (SME) por dois períodos, entre 2005 e 2011, foi mais uma vítima da COVID-19 em Minas. Ele passou mal no sábado à noite e foi internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, mas o seu quadro clínico se agravou e faleceu na madrugada desta segunda-feira (20).


De acordo com Arthur Neves Trindade, filho de Márcio, o primeiro diagnóstico positivo do pai foi feito em uma drogaria através de um teste swab - exame que colhe material na mucosa do nariz. Após o resultado, ele foi levado para o Hospital Mater Dei, onde foi internado ainda no mesmo dia. 

Na unidade de saúde, o engenheiro fez outro exame que também indicou positivo para a presença do vírus no organismo, mas o resultado só saiu três dias depois. “Inicialmente os médicos pensaram que fosse uma pneumonia e o erro estaria no resultado do teste feito”, informou Arthur. 

Ainda segundo o filho do ex-presidente da SME, os médicos trataram Márcio com azitromicina e corticóide – medicamentos mais utilizados no combate ao novo coronavírus (Sars-Cov-2). 

Márcio cumpriu sete dias de isolamento em um quarto do apartamento do hospital – ficou de segunda-feira (6) até domingo (12) em observação - e, até então, não tinha apresentado graves problemas em seu quadro clínico. Mas, suas condições de saúde pioraram e ele foi internado no CTI, ficando por lá até está segunda.
 
De acordo com Arthur, ainda no sábado (18), “ele começou a ficar agitado e teve falta de ar. No domingo de madrugada foi internado no CTI e, a partir daí, a doença atacou o pulmão e os rins”. 

A equipe médica do hospital colocou Márcio em um respirador mecânico, para  ajudar o pulmão manter a sua função, e também fizeram hemodiálise, para tratar os rins. Nem assim adiantou. Após os procedimentos, ele teve uma infecção bacteriana generalizada e não resistiu. 

A Sociedade Mineira dos Engenheiros manifestou solidariedade à família de Márcio e disse estar de luto com a morte do engenheiro. “A engenharia mineira está de luto e, ao mesmo tempo, agradecida pelo empenho como ele atuou pela comunidade”, destacou nota assinada pelo presidente da entidade, Ronaldo Gusmão.

Segundo Arthur, o pai não tinha medo da morte, “mas ele tinha uma pena, pois tinha muita coisa para resolver ainda”, principalmente em relação à contribuição que ele poderia dar à SME.

Histórico


Márcio nasceu em Belo Horizonte, em 1937, mas sua família é de Ouro Preto, cidade onde viveu até os seus 22 anos. Formou-se em Engenharia Civil em 1967, pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e foi presidente da Sociedade Mineira de Engenharia por dois períodos – entre 2005 e 2011. Casado, teve quatro filhos e um neto. 
 
*Estagiário sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz 
 

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp



Como a COVID-19 é transmitida?


A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?



Como se prevenir?


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê



Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

 

Vídeo explica porque você deve aprender a tossir



VIDEO1]

Mitos e verdades sobre o vírus


Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade