Publicidade

Estado de Minas BELO HORIZONTE

Kalil diz que 'parasitas do vírus' não o afetam: 'Pessoal nojento'

Prefeito de Belo Horizonte desabafou sobre pressão que tem sofrido para reabrir comércio da cidade em meio ao avanço da COVID-19


postado em 13/07/2020 18:41 / atualizado em 13/07/2020 19:51

Prefeito Alexandre Kalil falou sobre medidas para conter avanço da COVID-19 em BH(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Prefeito Alexandre Kalil falou sobre medidas para conter avanço da COVID-19 em BH (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Em tom de desabafo, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) voltou a demonstrar descontentamento com as críticas que tem sofrido por manter o fechamento do comércio considerado não essencial em Belo Horizonte como forma de conter o avanço da COVID-19. Em transmissão ao vivo nesta segunda-feira (13), o chefe do Executivo municipal atacou a quem chamou de “parasitas do vírus”.

“Críticas e parasitas do vírus, este pessoal nojento que fica se aproveitando de mortos e de situações dramáticas, isso não me afeta. O que me afeta é morte. Todos os que morreram nesta cidade, os 270 que morreram nesses meses, morreram cuidados, com especialistas, com médicos, com intensivistas, com fisioterapeutas, com toda a rede que é necessária para cuidar de um cardiopata, de um diabético, de um cara que tem pressão alta”, disse.

Kalil tem sido alvo de protestos de parte do empresariado belo-horizontino desde o começo do enfrentamento à pandemia, na segunda metade de março. O prefeito voltou a comentar o tema e repetiu que não se deixará levar pela pressão para reabrir a cidade, especialmente em um momento de maior avanço do coronavírus.

“Quando você perde um filho, quando você perde um irmão, um pai, uma mãe, por pressão, incompetência ou desleixo, é uma coisa que não é possível que todos não fiquem indignados. Volto humildemente a pedir desculpa para vocês e dizer que não adianta a pressão. Nossos números já estão melhorando. E vão melhorar”, pontuou Kalil.

“Eu não fui eleito para agradar ninguém. Fui eleito para cuidar da população. Ninguém sabe o que estou passando, ninguém tem ideia do que eu estou passando. Agora, tem uma coisa que não vou levar para a minha vida, para as minhas costas, que é morte. E a morte está cada vez mais perto. O doente agora é seu vizinho, seu amigo, é o conhecido do seu conhecido. E ela está chegando muito próxima da gente”, completou.

Segundo boletim epidemiológico divulgado nesta segunda pela PBH, a capital registra 10.618 casos confirmados de COVID-19, dos quais 270 resultaram em mortes.

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp



Como a COVID-19 é transmitida?


A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?



Como se prevenir?


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê



Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

 

Vídeo explica porque você deve aprender a tossir



VIDEO1]

Mitos e verdades sobre o vírus


Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade