Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Coronavírus: BHTrans exige que ônibus circulem só com passageiros sentados

Determinação para empresas de coletivos de Belo Horizonte segue decreto do governo estadual para tentar reduzir riscos de contaminação


postado em 23/03/2020 13:51 / atualizado em 23/03/2020 18:40

Em meio ao caos epidemiológico provocado pelo coronavírus, ônibus com ar-condicionado também preocupam passageiros(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Em meio ao caos epidemiológico provocado pelo coronavírus, ônibus com ar-condicionado também preocupam passageiros (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Todos os ônibus da capital mineira terão de circular apenas com passageiros sentados. A medida, determinada pela Prefeitura de Belo Horizonte, segue decreto assinado pelo governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), na sexta-feira (20), reduzindo a capacidade máxima dos coletivos que trafegam dentro das cidades. A exigência começa a valer a partir desta segunda-feira (23) e é uma tentativa de diminuir a propagação do novo coronavírus em BH e no estado. 

"A prefeitura determinou que a BHTrans e as empresas de ônibus de Belo Horizonte cumpram o decreto da governo do estado garantindo que os ônibus da capital circulem apenas com passageiros sentados. Não serão permitidas viagens com passageiros em pé", informou a PBH por meio de nota.

Na sexta-feira, a Prefeitura de Belo Horizonte determinou que os ônibus da capital circulariam em escala de dia atípico, reduzindo a frota de veículos ao longo do dia em 5%.

Questionada pelo Estado de Minas sobre como será feito esse monitoramento, a BHTrans informou que fiscais da empresa vão monitorar  o embarque, presencialmente, nas estações e também no Centro de Operações da Prefeitura.

"Em relação à determinação de todos os passageiros do transporte coletivo viajarem assentados, a BHTrans informa que as empresas de ônibus de Belo Horizonte devem ofertar viagens suficientes, adequando ao número de passageiros, para que todos  façam a sua viagem assentados", informou por meio de nota.

Transporte diante de Calamidade Pública

Na sexta-feira, o governador Romeu Zema decretou calamidade pública em Minas em função da pandemia de coronavírus.  

Diante disso, o decreto estadual também determina que os ônibus intermunicipais só poderão circular com metade da capacidade. O documento ainda menciona o fechamento das divisas do estado para o transporte coletivo terrestre, bloqueando a entrada e saída de ônibus e vans de passageiros. O transporte individual segue liberado, assim como o de cargas. 

O que é o Coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (Covid-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar inicialmente infecções com sintomas semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas se agravar e levar até à morte.
 

Como o Covid-19 é transmitido?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

 

 

Gráfico mostra a evolução diária de casos confirmados de coronavírus no Brasil

 

Como se prevenir?

 

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra o Covid-19.
 

Quais os sintomas do Coronavírus?

 

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pelo Covid-19: 

 

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia
 
Em casos graves, as vítimas apresentam: 
 
  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

 
Nas redes sociais, a propagação da COVID espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: 
  • O álcool em gel é capaz de matar o vírus? 
  • O coronavírus é letal em um nível preocupante? 
  • Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? 
  • A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? 

 

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também: 

 


*Estagiário sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade