UAI
Publicidade

Estado de Minas PRISÃO DE EX-MINISTRO

Ciro ironiza Bolsonaro: Ribeiro será 'poderoso agente da vontade divina'

Pedetista também publicou montagem que satiriza o presidente da República


22/06/2022 16:15 - atualizado 22/06/2022 21:27

Ex-ministro Ciro Gomes
Ciro Gomes alfinetou o presidente Jair Bolsonaro (PL) (foto: Nelson Almeida / AFP)
Um dos pré-candidatos à presidência da República, Ciro Gomes (PDT) ironizou Jair Bolsonaro (PL) e a prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, nesta quarta-feira (22/6).

O pedetista parafraseou Bolsonaro (PL) quando ele disse que ficaria no governo “até Deus quiser”.

“Bolsonaro diz que fica no governo até quando Deus quiser. Se o pastor Milton Ribeiro cumprir o compromisso cristão de falar a verdade, será um poderoso agente da vontade divina”, brincou.



LEIA TAMBÉM: Prisão de Milton Ribeiro: veja o que falaram os políticos 

Mais cedo, Ciro havia publicado um “meme” a respeito do assunto. No vídeo, Bolsonaro, em forma de montagem, aparece com a cabeça pegando fogo.

“Não foi o Bolsonaro quem disse que colocava a cara no fogo pelo Milton Ribeiro?”, ironizou o pedetista.


Preso por corrupção 

Milton Ribeiro foi preso preventivamente nesta quarta-feira (22/6), em Santos, litoral paulista. O mandado da operação “Acesso Pago”, da Polícia Federal, cita crimes de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência.

 
Milton Ribeiro foi preso preventivamente nesta quarta-feira (22/6), em Santos, litoral paulista
O que levou à prisão de Milton Ribeiro (foto: Janey Costa/Arte/EM/D.A press)

A operação mira também grupo de pastores. Ao menos um dos pastores, Gilmar Santos, também foi preso.

[VIDEO2]Segundo a PF, a operação investiga a prática de tráfico de influência e corrupção para a liberação de recursos públicos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado ao Ministério da Educação (MEC).

Assinado pelo juiz federal Renato Borelli, o ofício determina que Ribeiro seja levado para a Superintendência da Polícia Federal em Brasília.

Milton Ribeiro substituiu Abraham Weintraub no Ministério da Educação no governo de Jair Bolsonaro e permaneceu no cargo de 16 de julho de 2020 a 28 de março de 2022. Em seu lugar entrou Victor Godoy Vieira, atual chefe da pasta.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade