UAI
Publicidade

Estado de Minas CORRUPÇÃO

Em Minas, Bolsonaro admite que 'pode aparecer' corrupção em seu governo

'Nós ajudaremos a esclarecer os fatos e levar a punição dos possíveis responsáveis', disse


26/05/2022 17:50 - atualizado 26/05/2022 19:02

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a recuar no discurso anticorrupção. Ele disse que, até o momento, o governo está longe de corrupção, mas que "pode aparecer" algo nesse sentido. A fala foi proferida na cerimônia de entrega do Residencial Buritis, do programa Casa Verde e Amarela, em Coronel Fabriciano (MG), nesta quinta-feira (26/5).
“Estamos completando três anos e meio de governo e, até o momento, longe da corrupção. Quero deixar bem claro, se aparecer alguma coisa de corrupção — e pode aparecer —, nós ajudaremos a esclarecer os fatos e levar a punição dos possíveis responsáveis”, disse.

Leia: Bolsonaro em Minas hoje: motociata e visitas ao Vale do Aço e a BH

O governo, no entanto, está passando por uma nova onda de denúncias de corrupção, desta vez na compra de caminhões de lixo. Reportagem do jornal Estado de S. Paulo revelou compras superfaturadas dos veículos por meio de emendas de relator (RP9), o chamado orçamento secreto.

Leia: Rejeição a Bolsonaro cresce com piora na vida do eleitor, mostra pesquisa

Entre 2019 e 2021, o orçamento para a compra de caminhões passou de R$ 24 milhões para R$ 200,2 milhões. A quantidade de veículos também cresceu, saiu de 85 para 510, em 2020, revelando uma alta de 500%. Em 2021 ainda foram adquiridos mais 453 caminhões.

Leia: Bolsonaro chega a MG e vai de motociata de Ipatinga a Coronel Fabriciano

Apesar das aquisições terem caráter social, não há transparência quanto a forma de compra, não seguem nenhuma política pública de saneamento básico nem com questões relacionadas à coleta de lixo. Se trataria apenas de aceno à base eleitoral e ao lobby com o Congresso Nacional e prefeituras — especialmente com políticos do Centrão, que fazem indicações de apadrinhados para abocanhar os preços superfaturados.

Ainda em Coronel Fabriciano (MG), ao lado de diversos deputados e senadores mineiros, Bolsonaro fez um aceno positivo a eles. "Nossos amigos, nossos parceiros dentro do parlamento brasileiro, são extremamente importantes para avaliar ou validar as decisões que tomamos em Brasília”, disse.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade