UAI
Publicidade

Estado de Minas 'NÃO HOUVE CORRUPÇÃO'

Bolsonaro na ONU: 'Vim mostrar um Brasil diferente'

Jair Bolsonaro abriu a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU, em seu terceiro discurso como presidente


21/09/2021 11:02 - atualizado 21/09/2021 15:48

Bolsonaro discursa na 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU
Bolsonaro discursa na 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU (foto: POOL / AFP)
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) abriu a 76ª sessão da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta terça-feira (21/9) retrucando as informações divulgadas sobre seu governo pela imprensa internacional. Segundo o chefe do Executivo, desde que assumiu o comando o Brasil, em janeiro de 2019, não houve casos de corrupção.

-
'Lockdown deixou legado de inflação'


“Venho aqui mostrar o Brasil diferente daquilo publicado em jornais ou visto em televisões”, iniciou o discurso. “O Brasil mudou e muito depois que assumimos o governo em janeiro de 2019, estamos há dois anos e oito meses sem qualquer caso concreto de corrupção. O Brasil tem um presidente que acredita em Deus, respeita a Constituição, valoriza a família e deve lealdade ao seu povo”, disse Bolsonaro.
 
 
O presidente ainda disse que o Brasil estava  “à beira do socialismo” , mas que agora as coisas mudaram. “É uma sólida base se levarmos em conta que estávamos à beira do socialismo. Nossas estatais davam prejuízo de bilhões de dólares no passado e hoje são lucrativas. Nosso banco de desenvolvimento era usado para financiar obras em países comunistas sem garantias. Quem honrava esses compromissos era o próprio povo brasileiro. Tudo isso mudou, apresento um novo Brasil com sua credibilidade já recuperada diante do mundo”, afirmou.

O chefe do Executivo desembarcou nos EUA com a comitiva presidencial no domingo (19/9). Desde então, Bolsonaro se reuniu com outros líderes mundiais, entre eles Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido.

Ele é o único entre os 19 líderes do G20 (composto pelas 19 principais economias mais a União Europeia) a não ter tomado a vacina contra a COVID-19.

Essa foi a terceira participação de Bolsonaro na ONU desde que assumiu o mandato, em 2019. O representante do Brasil é sempre o primeiro a discursar desde 1947.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade