Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Zema sobre motociata de Bolsonaro em BH: 'Não é adequada'

Governador de Minas Gerais criticou evento, que tem gerado aglomerações em cidades brasileiras


29/06/2021 06:00 - atualizado 29/06/2021 07:36

Bolsonaro durante motociata em Chapecó, Santa Catarina, no último sábado(foto: Alan Santos/Presidência da República)
Bolsonaro durante motociata em Chapecó, Santa Catarina, no último sábado (foto: Alan Santos/Presidência da República)
Governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) afirmou que não participará de uma possível motociata promovida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), caso ela venha a acontecer em Belo Horizonte.

O chefe do Executivo nacional já afirmou que pode promover o evento em solo belo-horizontino, fato repreendido por Zema.

“Eu não sou nenhum adepto de motociclismo e vejo que num momento de pandemia esse tipo de aglomeração, mesmo que tenha pouco risco, é inadequado. Nós precisamos, como governantes, dar exemplo de que precisamos estar vivendo com um pouco mais de segurança neste momento em que as pessoas estão morrendo, e qualquer ação que provoca aglomeração, na minha visão, não é adequada nesta altura do campeonato”, afirmou o governador, em entrevista exclusiva nessa segunda-feira (28) ao Estado de Minas.



Desde maio, Bolsonaro já realizou motociatas em outras cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro e, mais recentemente, em Chapecó – no último sábado (26).

A possibilidade de ele fazer o ato em Belo Horizonte também provocou reações do prefeito da capital mineira, Alexandre Kalil (PSD), que já abordou o tema algumas vezes.

"Já pedi a ele (Jair Bolsonaro), inclusive via imprensa, para não vir. Cuidamos muito da cidade. Cito sempre essa frase: muito ajuda quem pouco atrapalha”, disse Kalil, na última terça-feira (22), em entrevista concedida ao Estado de Minas.

Durante as motociatas, é comum ver apoiadores de Bolsonaro sem máscaras de proteção e também sem cumprir outras medidas preventivas à COVID-19, como a falta de distanciamento social com aglomerações.
 
Durante a manifestação em Chapecó, a mais recente, o presidente da República também andou a cavalo em determinado momento.

Ainda não se sabe quando nem onde será a próxima motociata promovida pelo presidente da República. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade