UAI
Publicidade

Estado de Minas SAÚDE

Queiroga reduz intervalo da dose de reforço contra COVID para quatro meses

De acordo com o ministro, a portaria com a modificação será publicada na próxima segunda-feira (20).


18/12/2021 16:37 - atualizado 18/12/2021 22:59

O ministro da Saúde
O anúncio foi feito neste sábado (foto: Walterson Rosa/Ministério da Saúde)
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou neste sábado (18/12), que o Brasil vai antecipar o prazo para a 3ª dose da vacina contra a COVID-19 de cinco para quatro meses. De acordo com o ministro, a portaria com a modificação será publicada na próxima segunda-feira (20). 
 
“Para ampliar a proteção contra a variante Ômicron vamos reduzir o intervalo de aplicação da terceira dose de cinco para quatro meses. A dose de reforço é fundamental para frear o avanço de novas variantes e reduzir hospitalizações e óbitos, em especial em grupos de risco. A portaria com a modificação será publicada na segunda-feira. Informem-se sobre o calendário vacinal de seu município e veja se já chegou a sua vez”, declarou.
 
A mudança de protocolo é uma tentativa do ministério de frear o avanço de casos provocados pela variante Ômicron no Brasil. 
 
 

VACINAÇÃO DE CRIANÇAS

O Ministério da Saúde só deve dar uma resposta definitiva sobre a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos no dia 5 de janeiro. Foi o que informou, neste sábado (18), o chefe da pasta, ministro Marcelo Queiroga, em uma conversa com jornalistas. Para ele, a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de autorizar o uso da vacina da farmacêutica americana Pfizer requer uma “análise mais aprofundada”.
 
“Hoje nós vivemos num ambiente epidemiológico bem mais controlado em relação a covid-19. Nos últimos sete dias, a média móvel de mortes tem sido em torno de 130 casos, portanto temos muito mais tranquilidade para tomar decisões de políticas públicas que serão adotadas no enfrentamento à pandemia da covid-19”, justificou o ministro.
 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Acesse nosso canal e veja vídeos explicativos sobre COVID-19

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade